A formação mais procurada no Mundo.

8 livros sobre finanças recomendados e indispensáveis

livrofinancas 8 livros sobre finanças recomendados e indispensáveis
foto_ramos 8 livros sobre finanças recomendados e indispensáveis

Ramos de Souza Janones

Janones, é um empreendedor brasileiro apaixonado por empreendedorismo e tecnologia. Ao longo dos anos trabalhando com o desenvolvimento de softwares desktop desde a linguagem Clipper, passando pelo Delphi e atualmente com Java.

Optou pela formação de Publicidade e Marketing por sua segunda empresa de tecnologia ter participado do "boom" da internet nos anos 90 e na procura de melhorar seus conhecimentos em negócios.

Em razão da principal formação e profundos conhecimentos em programação e banco de dados, é capaz de realizar o desenvolvimento de aplicativos web, desktop e mobile com maior criatividade e inovação que profissionais de desenvolvimento com uma formação única e mais especifica, dedicada somente ao desenvolvimento de softwares.

Com toda sua experiência com empresas de software, sua formação e paixão por negócios escreveu o livro "Marketing para Empresas e Profissionais de Software", publicado pela editora carioca Ciência Moderna em 2012. Além de outros livros sobre programação.
foto_ramos 8 livros sobre finanças recomendados e indispensáveis

Últimos posts por Ramos de Souza Janones (exibir todos)

Conheça 8 livros sobre finanças recomendados e indispensáveis para leitura.

1. O Milionário Mora ao Lado – Thomas Stanley e William Danko

Título: O Milionário Mora ao Lado
Título Original: The Millionaire Next Door
Autor: Thomas Stanley e William Danko
Número de Páginas: 309 (português), 272 (inglês)

Compre em Português, aqui.

Resenha:

Qual é a imagem que você tem de um milionário? Um cara cheio da nota, dirigindo um carrão, comendo nos lugares mais caros, comprando as roupas mais caras, certo? Mas você está totalmente errado! Thomas Stanley e William Danko passaram mais de 25 anos estudando o comportamento dos milionários dos EUA. Um estudo realmente sério, contendo entrevistas e análises minusciosas. O resultado: o milionário americano típico não tem carrão, não mora numa casa luxuosa, não almoça em restaurantes caros e tampouco compra roupas de grife famosas e caras. O estudo mostra que os verdadeiros milionários são pessoas que passam despercebido no meio da multidão, e daí o título “O Milionário Mora ao Lado”.

Mas o que dizer dos esbanjadores, dos ricaços que têm carrões, almoçam todo dia em restaurante francês e só compram roupas de grife? Segundo os autores, esses indivíduos não são milionários, mas sim profissionais com uma alta receita e, ao mesmo tempo, um alto padrão de gastos. Os autores classificam essas pessoas como SAR – Sub Acumulador de Riqueza. Já os verdadeiros milionários – classificados pelos autores como PAR, Prodigioso Acumulador de Riqueza – levam um estilo de vida que permitem que eles juntem dinheiro (e não gastem tudo, ao contrário do SAR).

Assim, é muito comum um milionário inclusive ter um salário menor que um SAR esbanjador, como um bem sucedido médico ou advogado, por exemplo. Se esse SAR perder o emprego ou não puder mais exercer sua profissão, ele perde tudo de um dia para o outro, ao passo que um verdadeiro milionário não precisa mais trabalhar pelo resto da vida (muito embora as estatística mostram que os milionários continuam trabalhando ativamente mesmo não precisando).

O livro apresenta ainda um cálculo muito simples para saber se você é um PAR ou um SAR, usando a sua idade e o nível de riqueza esperado. Este livro (título original: The Millionaire Next Door) é freqüentemente citado nos livros do nosso ídolo Robert Kiyosaki e lendo ele fica muito claro que este livro foi uma das principais fontes de inspiração para Kiyosaki escrever Pai Rico, Pai Pobre. Se você é fã do Pai Rico, Pai Pobre, você irá adorar O Milionário Mora ao Lado. Se você não leu a obra prima de Kiyosaki, ficará difícil entender algumas coisas em O Milionário Mora ao Lado, por causa da tradução. Mas basta ler as resenhas que escrevemos sobre os demais livros de Kiyosaki para entender os erros de tradução (ou melhor, a falta de adaptação do texto) que este livro possui. São os mesmos.

Conclusão Final: Recomendado

Compre em Português, aqui.

2. Como Investir em Metais Preciosos – Michael Maloney

Compre em português.

Estimulado por um amigo que tem parte de seus investimentos em ouro, resolvi estudar mais sobre o assunto. Para a minha sorte resolvi comprar este livro e o seu título não faz justiça: este livro é muito mais do que um simples guia sobre como investir em ouro e prata. O autor apresenta, de uma forma clara e extremamente didática, um histórico do porque a economia norte-americana está do jeito que está, apresentando diversos exemplos, gráficos e embasamento histórico.

Este é um livro sublime onde você aprenderá muito sobre como a economia moderna funciona, mesmo que você acabe não investindo em ouro ou prata. Portanto é um livro obrigatório para qualquer investidor.

Ao contrário do Robert Kiyosaki, Michael Maloney não é repetitivo e não fica repetindo as mesmas coisas o tempo todo (em seus últimos livros Kiyosaki só sabe culpar a saída do padrão ouro em 1971 para todas as mazelas economicas o tempo todo) e apresenta diversos pontos para você pensar em como proteger os seus investimentos.

Após a leitura deste livro ficou claríssimo porque o livro O Segredo dos Ricos do Robert Kiyosaki é uma “bomba”: Kiyosaki leu o livro do Maloney, ficou empolgado e tentou escrever um livro similar. Só que, infelizmente, Kiyosaki não tem um décimo do conhecimento do Maloney nem tampouco um décimo da qualidade de escrita.

O título em português está ligeiramente equivocado, pois diz “metais precisosos”, sendo que o livro aborda somente ouro e prata (como informa o título original). Para poder corretamente usar o título “metais preciosos” o livro deveria abordar outros metais comumente comercializados, em particular a platina e o paládio.

Obs: Li este livro no original em inglês e por isso não tenho como avaliar a qualidade da tradução/adaptação.

Conclusão Final: Recomendado

Ficha Técnica

Título: Como Investir em Metais Preciosos
Título Original: Guide to Investing in Gold and Silver
Autor: Michael Maloney
Número de Páginas: 208 (português), 304 (inglês)

Compre em português.

3.) Os Segredos da Mente Milionária – T. Harv Eker

Este é um dos melhores livros sobre educação financeira já escritos. Bem ao estilo do primeiro Pai Rico Pai Pobre o autor trabalha basicamente com as crenças que nós todos temos a cerca do dinheiro, o que ele chama de “modelo de dinheiro”. O objetivo do livro é justamente mudarmos o nosso modelo de dinheiro para o de uma pessoa rica. Recheado de exemplos – inclusive vários testemunhos do próprio autor, o que dá mais credibilidade ao livro –, este é um livro indispensável para todos que estão em busca da independência financeira.

O livro é repleto de dicas práticas e informações de como podemos mudar o nosso modo de pensar e, consequentemente, de agir. Lembrando sempre que é o lado psicológico – as tais crenças que todos temos em relação a dinheiro – que nos permite ou impede de termos prosperidade na vida.

O autor classificou ainda 17 modos de agir e pensar que separam os ricos dos pobres.

1. As pessoas ricas acreditam na seguinte ideia: “Eu crio a minha própria vida”. As pessoas de mentalidade pobre acreditam na seguinte ideia: “Na minha vida, as coisas acontecem”.

2. As pessoas ricas entram no jogo do dinheiro para ganhar. As pessoas de mentalidade pobre entram no jogo do dinheiro para não perder.

3. As pessoas ricas assumem o compromisso de serem ricas. As pessoas de mentalidade pobre gostariam de ser ricas.

4. As pessoas ricas pensam grande. As pessoas de mentalidade pobre pensam pequeno.

5. As pessoas ricas focalizam oportunidades. As pessoas de mentalidade pobre focalizam obstáculos.

6. As pessoas ricas admiram outros indivíduos ricos e bem-sucedidos. As pessoas de mentalidade pobre guardam ressentimento de que é rico e bem-sucedido.

7. As pessoas ricas buscam a companhia de indivíduos positivos e bem-sucedidos. As pessoas de mentalidade pobre buscam a companhia de indivíduos negativos e fracassados.

8. As pessoas ricas gostam de se promover. As pessoas de mentalidade pobre não apreciam vendas nem autopromoção.

9. As pessoas ricas são maiores do que seus problemas. As pessoas de mentalidade pobre são menores do que os seus problemas.

10. As pessoas ricas são excelentes recebedoras. As pessoas de mentalidade pobre são péssimas recebedoras.

11. As pessoas ricas preferem ser remuneradas por seus resultados. As pessoas de mentalidade pobre preferem ser remuneradas pelo tempo que despendem.

12. As pessoas ricas pensam: “Posso ter as duas coisas”. As pessoas de mentalidade pobre pensam: “Posso ter uma coisa ou outra”.

13. As pessoas ricas focalizam o seu patrimônio líquido. As pessoas de mentalidade pobre focalizam o seu rendimento mensal.

14. As pessoas ricas administram bem o seu dinheiro. As pessoas de mentalidade pobre administram mal o seu dinheiro.

15. As pessoas ricas põem o seu dinheiro para dar duro para elas. As pessoas de mentalidade pobre dão duro pelo seu dinheiro.

16. As pessoas ricas agem apesar do medo. As pessoas de mentalidade pobre deixam-se paralisar pelo medo.

17. As pessoas ricas aprendem e se aprimoram o tempo todo. As pessoas de mentalidade pobre acreditam que já sabem tudo.

Indispensável. Compre, leia e releia.

Conclusão Final: Recomendado

Ficha Técnica

Título: Os Segredos da Mente Milionária
Título Original: Secrets of the Millionaire Mind
Autor: T. Harv Eker
Número de Páginas: 176 (português), 224 (inglês)

Compre o livro.

4.) Aposentado Jovem e Rico – Robert Kiyosaki e Sharon Lechter

Título: Aposentado Jovem e Rico
Título Original: Retire Young, Retire Rich
Autor: Robert Kiyosaki e Sharon Lechter
Editora: Campus
Número de Páginas: 400 (em português), 264 (em inglês)
Link para comprar (em português)
 
Resenha:

Robert Kiyosaki ataca novamente! Este é o quinto livro da série Pai Rico e continua exatamente no ponto onde O Guia de Investimentos (terceiro livro da série) para. Neste livro Kiyosaki diz, mais uma vez, que o mais importante para ficar rico não é o dinheiro, mas o pensamento, a atitude. Ricos e pobres pensam de maneiras opostas. Enquanto que o pobre acha que ter um emprego é seguro e ter um negócio é arriscado, o rico acha o oposto: que ter um emprego é arriscado (se você o perder, não tem outra fonte de renda) e ter um negócio é seguro (várias fontes de renda garantem segurança).

A palavra-chave desse livro é “alacancagem” ou como você pode fazer para conseguir as coisas mais rapidamente. Quanto antes você conseguir se aposentar, melhor, pois terá mais tempo para ficar rico. Neste livro Robert Kiyosaki apresenta de maneira mais aprofundada a história de sua vida e explica que quando ele se aposentou em 1994, um ano antes de escrever Pai Rico Pai Pobre e de lançar o seu jogo Cashflow, ele não era milionário. Ganhava entre US$ 80 e 120 mil de seus investimentos por ano, sem trabalhar, mas que o grande lance era que suas despesas totais eram de apenas US$ 50,000 por ano. E isso deu a ele o tempo para ficar milionário. Na verdade, o mais importante de tudo é escrever um plano: Onde eu quero chegar? Quando? E daí para trás traçar um plano de como chegar lá.

A verdade é que 99% da população não tem um plano para ficar rico, mas sim um plano para ficar pobre, pois não tem plano algum, meta nenhuma. Se você não tiver plano nenhum para a sua aposentadoria, o governo tem: o INSS não vai te pagar muito, baixando sua fonte de renda, fazendo com que você fique mais pobre. E porque não ficar rico? Para muitos, o ponto de independência financeira — o ponto onde a renda de seus investimentos supera as suas despesas totais — é o objetivo, o final.

Para Kiyosaki, esse deveria ser o ponto inicial, o ponto que te dará liberdade para ficar milionário. E porque ficar adiando para quando você tiver velho para só então pensar nisso tudo e de repente ver que deveria ter feito tudo diferente a partir de seus 20 anos?

Obs: Li este livro no original em inglês e por isso não tenho como avaliar a qualidade da tradução/adaptação.

Conclusão Final: Recomendado

5.) Pai Rico, Pai Pobre – Robert Kiyosaki e Sharon Lechter

Título: Pai Rico, Pai Pobre
Título Original: Rich Dad Poor Dad
Autor: Robert Kiyosaki e Sharon Lechter
Número de Páginas: 186 (português), 207 (inglês)
Link para comprar (em português)
 
Resenha:

Não é à toa que esse livro é um best-seller. O autor explica de uma maneira extremamente simples e didática todos os porquês das pessoas não ficarem ricas. Kiyosaki é um gênio. Não porque apresenta teorias mirabolantes, mas justamente o contrário: porque apresenta de uma forma simples o óbvio. Tão óbvio que passa despercebido em nosso dia-a-dia. Tivemos vontade de ficar batendo com a cabeça na parede e gritar “mas como eu estou sendo burro!”. Por sorte, encontramos esse livro, que nos permitirá repensar todo as nossas idéias sobre como ganhar dinheiro.

Ele parte de um princípio simples: “Meu pai me dizia para ir à escola, tirar boas notas, entrar para a faculdade e obter um bom emprego. Só que ele estava errado.”. Por sorte, o autor teve como tutor o pai de seu melhor amigo (o “Pai Rico”), que, apesar de não ter o 2º grau completo, era milionário. Seu pai verdadeiro (o “Pai Pobre”) era Phd e foi Secretário de Estado de Educação do Havaí (onde o autor nasceu), e ao longo de sua vida não conseguiu juntar nenhuma fortuna, apesar de ter um altíssimo grau de instrução.

O livro é basicamente sobre o que ele aprendeu com seu Pai Rico, misturando explicações teóricas com exemplos práticos pessoais dele e de vários amigos dele. O que mais dá segurança ao texto é justamente isso: ele dá exemplos reais e não fica só na teoria – e exemplos de pessoas como eu ou você. Explica com facilidade porque as pessoas consideradas “gênios” muitas vezes são pobres. Se você quer ficar rico de verdade, esse livro é indispensável. Depois da leitura do livro, corremos para a livraria mais próxima para comprar “Independência Financeira”, que é a continuação de Pai Rico, Pai Pobre.

A tradução está excelente, ainda mais se levarmos em conta a péssima tradução dos livros no Brasil de uma forma geral. A tradutora colocou várias notas de pé de página explicando melhor alguns conceitos específicos sobre o mercado norte-americano. É uma pena que o livro não tenha tido nenhuma revisão técnica, pois muitas das idéias do autor não dão para serem aplicadas diretamente no Brasil, temos que adaptá-las por conta própria. Valores e contas, especialmente alíquotas de impostos (imposto de renda e Seguridade Social – INSS) são completamente diferentes no Brasil. Outra adaptação importante é lembrar-se que as taxas de juros nos EUA é completamente diferente da praticada no Brasil. Dessa forma, quando o autor fala de juros de poupança, cartões de crédito, crédito direto ao consumidor, hipoteca, etc, está completamente fora de nossa realidade. O exemplo que mais chama a atenção é o do cartão de crédito: o autor reclama da alta taxa de 19% ao ano no cartão de crédito. Acho que ele deveria passar uns tempos no Brasil para ver se ele conseguiria sobreviver com uma taxa de juros que pode facilmente chegar aos 190% ao ano…

Conclusão Final: Recomendado

Link para comprar (em português)

6.) Independência Financeira – Robert Kiyosaki e Sharon Lechter

Título: Independência Financeira
Título Original: Cashflow Quadrant
Autor: Robert Kiyosaki e Sharon Lechter
Número de Páginas: 289 (português), 251 (inglês)
Link para comprar (em português)
 
Resenha:

Esse livro é a continuação de Pai Rico, Pai Pobre e, desde que conhecemos Robert Kiyosaki, ele tornou-se o nosso ídolo número 1. Neste livro (título original: Cashflow Quadrant) Robert Kiyosaki se aprofunda mais no assunto iniciado em Pai Rico, Pai Pobre: “Meu pai pobre dizia para estudar, tirar boas notas e arrumar um bom emprego. Ele estava errado.”.

Dessa vez ele se aprofunda na questão do fluxo de dinheiro: de onde o dinheiro está vindo em nossa vida e para onde está indo. A meta é criar uma fonte de renda que pague todas as nossas despesas mensais para que a gente consiga ser financeiramente independente. Tornar-se abastado, isto é, fazer com que o fluxo de renda pague nossas contas e aumente a nossa riqueza sem a gente precisar fazer absolutamente nada é o passo seguinte à independência financeira.

Mas o sucesso para isso depende de qual quadrante você está: empregado, autônomo ou dono de um pequeno negócio, dono de um negócio ou investidor. O grande desafio é tomar consciência em qual quadrante você está hoje e em qual quadrante você gostaria de estar. O problema é que cada quadrante tem as suas próprias particularidades e isso não significa dizer que um é melhor do que o outro.

O mais importante de tudo, segundo Kiyosaki, não é ter dinheiro, mas sim pensar como um rico. Um pobre e um rico quando estão sem dinheiro pensam de maneiras diferentes. O pobre pensa que é pobre. O rico pensa que que é rico, mas está somente desprovido de numerário. Pegou a sutileza? Um “é” e o outro “está”. É por isso que apenas 5% da população é rica. Basicamente por contra da mentalidade. E é sobre isso que esse livro trata: está na hora de reaprendermos todos os nossos conceitos sobre dinheiro.

Se você leu e gostou de Pai Rico, Pai Pobre, então este livro é indispensável. Você tem que ler este livro. Se você ainda não leu, recomendamos que você leia Pai Rico, Pai Pobre primeiro, porque a tradução do Independência Financeira não está tão boa e a tradutora não colocou tantas notas de rodapé, tornando a leitura de difícil compreensão para quem não leu o primeiro livro de Kiyosaki.

Para facilitar, listamos a seguir os principais pontos fracos da tradução: (1) Banker: Na maioria das vezes a tradutora traduziu por “Banqueiro”. A tradução correta, dependendo do contexto, é “Gerente de Banco”. (2) América: Americanos chamam Estados Unidos de América. A tradutora deveria ter trocado por Estados Unidos, já que “América” em nossa língua engloba todos os países de todas as Américas. (3) IRS: Imposto de Renda americano, equivalente direto do IR. (4) Seguridade Social: INSS americano. (5) Fundos 401(k): Equivalente direto dos fundos de previdência privada PGBL, oferecidos por bancos e empresas de previdência privada aqui no Brasil. Existem também os FAPIs, oferecidos por bancos. A diferença entre o PGBL e o FAPI é que o FAPI você pode sacar a grana antes da sua aposentadoria, pagando Imposto de Renda. Mas a idéia é a mesma: fundos mistos onde há aplicações mensais, e você pode simplesmente transferir o saldo de seu fundo de um banco para outro caso não esteja satisfeito com o atual administrador. (6) Nos Estados Unidos é possível abater do Imposto de Renda os juros da hipoteca (no Pai Rico, Pai Pobre a tradutora havia explicado isso em nota de rodapé, mas faltou essa explicação em Independência Financeira). (7) E, pelo amor de Deus: Monopoly no Brasil chama-se Banco Imobiliário e não Monopólio (todo mundo sabe disso, menos a tradutora).

Conclusão Final: Recomendado

Link para comprar

7.) Investimentos: Como Administrar Melhor Seu Dinheiro – Mauro Halfeld

Título: Investimentos: Como Administrar Melhor Seu Dinheiro
Autor: Mauro Halfeld
Editora: Fundamento
Número de Páginas: 165
Link para comprar

Resenha:

Através dessa obra-prima de Mauro Halfeld você aumentará de forma primorosa sua educação financeira. Escrito com uma linguagem extremamente simples e com um acabamento gráfico impecável, o livro quebra vários conceitos errados que temos sobre dinheiro e finanças, como, por exemplo, que o de ter uma casa própria é sempre um bom negócio. O livro é primoroso justamente porque o autor mostra, com cálculos simples, quando um investimento é ou não um bom negócio. E números não mentem! Recheado de dicas e totalmente voltado para o mercado brasileiro, o livro apresenta informações que não são encontradas em nenhum outro livro, especialmente a parte de imóveis, mostrando quando é ou não um bom negócio ter um imóvel próprio. Fica claro ao término da leitura do livro que a diferença entre os que têm e os que não têm dinheiro é, além da educação financeira (que pode ser obtida na leitura de livros como esse e como os demais que recomendamos), um planejamento financeiro para o futuro.

Conclusão Final: Recomendado

Link para comprar

8.) Guia de Investimentos – Robert Kiyosaki e Sharon Lechter

Título: Guia de Investimentos
Título Original: Rich Dad’s Guide to Investing
Autor: Robert Kiyosaki e Sharon Lechter
Editora: Campus
Número de Páginas: 456 (português), 403 (inglês)
Link para comprar (em português)
 
Resenha:

Finalmente lançaram o terceiro livro da série Pai Rico Pai Pobre do Robert Kiyosaki em português! Lançado nos EUA com o título Rich Dad’s Guide To Investing, nós já havíamos escrito sobre a versão em inglês deste livro. A nossa resenha original é a que se segue.

Robert Kiyosaki conseguiu se superar. Depois desse livro, mandamos imprimir uma foto dele em tamanho real, penduramos em nossa sala e nos ajoelhamos e fazemos reverência a ele todos os dias. Esta é a parte 3 do Pai Rico, Pai Pobre, a obra-prima de Kiyosaki. Neste volume ele continua o assunto explorado nas duas obras anteriores (Pai Rico, Pai Pobre e Independência Financeira) com a seguinte questão: todo mundo conhece a lei 80/20 (a famosa Lei do Menor Esforço, que diz que 80% do trabalho é feito com apenas 20% do esforço necessário). E a lei 90/10? 10% da população concentra 90% da riqueza. A questão é: de qual lado você quer ficar, junto com a maioria das pessoas que acumulam somente 10% da riqueza ou junto com a minoria que acumula 90% da riqueza mundial?

Kyiosaki explora passo-a-passo o porque os ricos são ricos e os pobres são pobres: a mentalidade. Ele já havia explorado isso nos livros anteriores, mas nesse fica ainda mais claro. A lógica é muito simples: se 90% da população não é rica, então porque seguir os conselhos que a maioria das pessoas dão? A dica é simples: faça justamente o contrário do que a maioria faz e você ficará rico.

O autor ainda afirma que para ficar milionário é simples: basta fazer um plano e segui-lo à risca. O problema é que raras são as pessoas que têm paciência de fazer um plano e segui-lo à risca: preferem procurar por uma “fórmula mágica” que simplesmente não existe, continuando tão pobres quanto antes. É como ele explica: o camarada que quer ganhar muito dinheiro especulando na bolsa normalmente ganha muito dinheiro realmente, mas depois acaba perdendo grande parte ou tudo tentando “acertar” novamente.

O título do livro (Guia de Investimentos do Pai Rico) pode deixá-lo confuso: se o livro é sobre investimentos, então porque perder tempo com todo esse blá blá blá? É justamente aí que está a chave – e o grande diferencial de Kiyosaki para todos os demais autores da área. A palavra “investimento” não deve ser vista apenas como sinônimo de “investimento financeiro” como a maioria das pessoas pensa. Investimento é qualquer forma de criar um ativo que gere uma forma de renda para você. Além disso, este livro esclarece com mais detalhes vários pontos abordados nos livros anteriores do autor, além de contar ainda mais sobre a vida do autor.

Esse livro é inspirante justamente por isso: ao começar a lê-lo, não queremos mais parar, pois com certeza nos identificamos com o autor! Nesse ele conta os principais passos de sua vida desde que ele voltou do Vietnã em 1973 com apenas US$ 3.000 até os dias de hoje e como ele conseguiu conquistar a sua fortuna a partir do nada. Quem leu os livros anteriores sabe que Robert Kiyosaki é um multimilionário do estilo “self-made man” que começou do zero e foi à falência três vezes em sua vida, a ponto de não ter nem onde morar.

Obs: Li este livro no original em inglês e por isso não tenho como avaliar a qualidade da tradução/adaptação.

Conclusão Final: Recomendado

Link para comprar

 

Fonte: Terremoto.

Compartilhe.

PinIt