E-Zine Exclusivo para o Whastapp

Android Lollipop para Visual Studio

celular Android Lollipop para Visual Studio
foto_ramos Android Lollipop para Visual Studio

Ramos de Souza Janones

Janones, é um empreendedor brasileiro apaixonado por empreendedorismo e tecnologia. Ao longo dos anos trabalhando com o desenvolvimento de softwares desktop desde a linguagem Clipper, passando pelo Delphi e atualmente com Java.

Optou pela formação de Publicidade e Marketing por sua segunda empresa de tecnologia ter participado do "boom" da internet nos anos 90 e na procura de melhorar seus conhecimentos em negócios.

Em razão da principal formação e profundos conhecimentos em programação e banco de dados, é capaz de realizar o desenvolvimento de aplicativos web, desktop e mobile com maior criatividade e inovação que profissionais de desenvolvimento com uma formação única e mais especifica, dedicada somente ao desenvolvimento de softwares.

Com toda sua experiência com empresas de software, sua formação e paixão por negócios escreveu o livro "Marketing para Empresas e Profissionais de Software", publicado pela editora carioca Ciência Moderna em 2012. Além de outros livros sobre programação.
foto_ramos Android Lollipop para Visual Studio

Em seu pré-lançamento, o Visual Studio 2015 disponibiliza um emulador para o Android Lollipop (conhecido também como o Android 5.0). O novo SDK também ganhou suporte a OpenGL ES, entrada multi toque e simulação de câmera avançada.

O emulador Android é baseado no Microsoft Hyper-V, uma plataforma de máquina virtual para a arquitetura X86, que também é utilizada para emular dispositivos Windows Phone. Ao iniciar o emulador, será necessário escolher entre o KitKat (Android 4.4) ou Lollipop (Android 5.0). Ambos os modos telefone e tablet são suportados.

Em termos de plataformas de desenvolvimento, o Visual Studio 2015 apoiará o desenvolvimento e depuração de aplicações Android, escritos em C++, JavaScript ou TypeScript e C# com Xamarin.

OpenGL ES é suportado através da versão 2.0 e a fim de garantir um bom desempenho, dessa versão em diante, o emulador Android faz chamadas host para máquinas GPU via DirectX. Deve-se notar que quando o emulador para no ES 2.0, o próprio Android 5 se atualiza para a ES 3.1.

Em termos de orientação, John Kemnetz cita:

Quando o emulador está executando, agora é possível escolher entre o “Single Point Input” e o “Multi-touch Input”. Escolhendo o segundo, irá sobrepor três pontos. Os grandes pontos externos, agem como compressores e ampliadores, e os controles internos controlam a origem dos pontos de contato. Se o emulador for utilizado em uma tela touchscreen, é possível utilizar os dedos para interagir com a tela do emulador.

O emulador Android está disponível no Visual Studio 2015 CTP 6.

 

Top
%d blogueiros gostam disto: