Treinamento Técnicas de Invasão

GitHub e Facebook unem-se com a Atom-IDE

mm

Ramos de Souza Janones

Janones, é um empreendedor brasileiro apaixonado por empreendedorismo e tecnologia. Ao longo dos anos trabalhando com o desenvolvimento de softwares desktop desde a linguagem Clipper, passando pelo Delphi e atualmente com Java.

Optou pela formação de Publicidade e Marketing por sua segunda empresa de tecnologia ter participado do "boom" da internet nos anos 90 e na procura de melhorar seus conhecimentos em negócios.

Em razão da principal formação e profundos conhecimentos em programação e banco de dados, é capaz de realizar o desenvolvimento de aplicativos web, desktop e mobile com maior criatividade e inovação que profissionais de desenvolvimento com uma formação única e mais especifica, dedicada somente ao desenvolvimento de softwares.

Com toda sua experiência com empresas de software, sua formação e paixão por negócios escreveu o livro "Marketing para Empresas e Profissionais de Software", publicado pela editora carioca Ciência Moderna em 2012. Além de outros livros sobre programação.
mm

editor de texto Atom é anunciado como o “editor de texto hackeável para o século 21”, e é construído sobre o framework Electron. O Facebook construiu o Nuclide, tendo como base o Atom, para disponibilizar um ambiente de desenvolvimento mais tradicional que incluísse depuração e a função de autocompletar. Contudo, o Nuclide não é open source.

Apesar do código fonte do Nuclide estar disponível no GitHub, o arquivo LEIA-ME diz claramente:

A licença do Nuclide tem certas limitações acerca da sua distribuição e não deve ser considerada uma licença open source.

A Atom-IDE migra parte do trabalho proprietário do Nuclide para um ambiente mais open source. Por enquanto, o foco está em funcionalidades em nível de linguagem. Pacotes como o ide-typescript e o ide-csharp podem ser ativados para adicionar funcionalidades como “autocomplete” e “find all references”. É claro que esses recursos são dependentes do que cada servidor da linguagem expõe.

O Facebook diz que mais recursos estão no roadmap:

A lista de recursos da interface gráfica da Atom IDE ainda não engloba todos os recursos disponíveis no protocolo de serviços de linguagens, e, com o tempo, estaremos trabalhando para preencher as lacunas. Esperamos que outros recursos do Nuclide, eventualmente, se tornarão parte da Atom IDE, incluindo componentes chave como o depurador Nuclide.

Essa manobra é como um tiro em direção ao Visual Studio Code da Microsoft, que também é construído sobre o framework Electron. A Microsoft disponibiliza versões mensais do VS Code e cada nova versão recebe muitos elogios da comunidade de desenvolvimento. É claro que há muitas outras ferramentas de desenvolvimento, cada uma com sua oferta.

Aprenda React do Zero ao ProfissionalPara alguns, entretanto, a licença fará a Atom-IDE uma não iniciante. Todo o código que foi contribuição do Facebook está licenciado com a mesma licença BSD com patente concedida,que o Facebook ficou sob fogo por ter usado em suas ferramentas populares como o React. O VS Code está sob uma licença do MIT.

Apesar de sua popularidade, alguns desenvolvedores não precisam de todas as funcionalidades dispensáveis disponíveis no VS Code ou no IntelliJ. O Atom é um projeto reduzido e a Atom-IDE possibilita que os desenvolvedores adicionem funcionalidades extra aos poucos conforme eles necessitam.

O Facebook diz que eles ainda “estão comprometidos em dar apoio ao pacote open-source Nuclide num futuro previsível”.

Compartilhe.

PinIt
Top
%d blogueiros gostam disto: