A formação mais procurada no Mundo.

Inscrições abertas para bootcamp de startups do MIT em São Paulo

startup Inscrições abertas para bootcamp de startups do MIT em São Paulo
foto_ramos Inscrições abertas para bootcamp de startups do MIT em São Paulo

Ramos de Souza Janones

Janones, é um empreendedor brasileiro apaixonado por empreendedorismo e tecnologia. Ao longo dos anos trabalhando com o desenvolvimento de softwares desktop desde a linguagem Clipper, passando pelo Delphi e atualmente com Java.

Optou pela formação de Publicidade e Marketing por sua segunda empresa de tecnologia ter participado do "boom" da internet nos anos 90 e na procura de melhorar seus conhecimentos em negócios.

Em razão da principal formação e profundos conhecimentos em programação e banco de dados, é capaz de realizar o desenvolvimento de aplicativos web, desktop e mobile com maior criatividade e inovação que profissionais de desenvolvimento com uma formação única e mais especifica, dedicada somente ao desenvolvimento de softwares.

Com toda sua experiência com empresas de software, sua formação e paixão por negócios escreveu o livro "Marketing para Empresas e Profissionais de Software", publicado pela editora carioca Ciência Moderna em 2012. Além de outros livros sobre programação.
foto_ramos Inscrições abertas para bootcamp de startups do MIT em São Paulo

Últimos posts por Ramos de Souza Janones (exibir todos)

Do brainstorming inicial ao desenvolvimento do protótipo, o Global Startup Labs do MIT compreende todas as etapas necessárias para iniciar uma startup. Durante seis semanas, universitários são orientados por especialistas do instituto referência em tecnologia. Inscreva-se!

O MIT (Massachusetts Institute of Technology) promove iniciativa multidisciplinar, que alia empreendedorismo tecnológico e habilidades de desenvolvimento de software, em São Paulo. Destinado a universitários, o MIT Global Startup Labs 2018 é um bootcamp prático onde os participantes desenvolvem e iniciam uma startup.

Pela segunda vez no país, o programa visa fomentar o espírito empreendedor de engenheiros, designers e programadores, além de compartilhar conhecimento sobre linguagens deprogramação, hardware e software. Nas seis semanas de duração, os estudantes passam por todas as etapas necessárias para fundar uma startup, em encontros ministrado por instrutores que trabalham com tecnologia de ponta e pesquisa no MIT.

Para participar, é necessário enviar sua application por meio de um formulário disponível no site, até o dia 20 de maio. A partir da primeira fase da seleção 35 jovens serão selecionados. Entre os requisitos para participar: estar matriculado em um curso de graduação de uma universidade, viver no Brasil e proficiência em inglês.

Processo seletivo GSL 2018

Durante a inscrição, o candidato envia um formulário online – a application. Nele, é necessário detalhar informações pessoais, anexar currículo (em ‘.pdf’), descrever a motivação, experiências ebackground, além de passar por uma avaliação técnica por meio de um teste de lógica. Essa etapa precisa ser cumprida até o dia 20 de maio de 2018. Para conferir todas as questões compreendidas antes de preencher o documento, confira a lista que o instituto disponibiliza.

Os 35 selecionados fazem uma entrevista por Skype, entre os dias 2 e 8 de junho de 2018. A notificação de aceitação dos candidatos chega no dia 11 de junho e os estudantes podem confirmar participação até o dia 15 de junho.

Bootcamp de startups do MIT

Com duração de seis semanas – de 25 de junho a 3 de agosto -, o MIT GSL 2018 consiste em um curso intensivo com encontros diários das 9h às 17h (ministrados no campus do Insper, na cidade de São Paulo), além de tarefas e exercícios a serem cumpridos durante a noite.

O currículo inclui o processo de brainstorming para uma ideia de startup, identificação do mercado, definição do “produto mínimo viável” (MVP, do inglês minimum viable product), desenvolvimento de um aplicativo móvel, hardware ou software e o planejamento de um modelo de negócios.

No fim do bootcamp de startups do MIT, os universitários apresentam seu empreendimento eprotótipos para potenciais investidores. A instituição também sediará eventos e iniciativas denetworking para fortalecer a rede local para ajudar a impulsionar o ecossistema de startups de tecnologia em São Paulo.

Compartilhe.

PinIt