E-Zine Exclusivo para o Whastapp

Linkedin: Como tornar seu perfil relevante na rede

foto_ramos Linkedin: Como tornar seu perfil relevante na rede

Ramos de Souza Janones

Janones, é um empreendedor brasileiro apaixonado por empreendedorismo e tecnologia. Ao longo dos anos trabalhando com o desenvolvimento de softwares desktop desde a linguagem Clipper, passando pelo Delphi e atualmente com Java.

Optou pela formação de Publicidade e Marketing por sua segunda empresa de tecnologia ter participado do "boom" da internet nos anos 90 e na procura de melhorar seus conhecimentos em negócios.

Em razão da principal formação e profundos conhecimentos em programação e banco de dados, é capaz de realizar o desenvolvimento de aplicativos web, desktop e mobile com maior criatividade e inovação que profissionais de desenvolvimento com uma formação única e mais especifica, dedicada somente ao desenvolvimento de softwares.

Com toda sua experiência com empresas de software, sua formação e paixão por negócios escreveu o livro "Marketing para Empresas e Profissionais de Software", publicado pela editora carioca Ciência Moderna em 2012. Além de outros livros sobre programação.
foto_ramos Linkedin: Como tornar seu perfil relevante na rede

O Linkedin é sem dúvidas a rede social mais importante no campo de profissional e empresarial. No campo profissional quando o assunto é carreira. As chances de progredir em sua carreira através das oportunidades que surgem através desta rede são impressionantes; E empresas uma grande oportunidade de captar novos talentos, gerar novos negócios e relacionamento com o público alvo da empresa. O objetivo deste artigo é o perfil profissional – de carreira – e num próximo artigo abordarei o perfil empresarial.

Antes de prosseguirmos vamos dar uma analisada nesta pesquisa realizada, onde foi perguntado “Qual é a parte mais importante de um perfil do LinkedIn?” (http://migre.me/aqp1f):

linkedin1 Linkedin: Como tornar seu perfil relevante na rede

A grande maioria respondeu “Experiências, Habilidades e Especialidades”, seguida da “Headline”. Então vamos por partes, começando pela Headline:

linkedin3 Linkedin: Como tornar seu perfil relevante na rede

Esta é a minha headline até a finalização deste artigo – vivo tentando melhorar o meu perfil, por isso está em constante mundança – são 120 caracteres que devem resumir quem é você, o que faz e suas ambições. É um chamariz onde as pessoas podem ou não se interessar em ler mais sobre você na rede, o que passa para o mais importante, segundo a pesquisa realizada: As Experiências, Habilidades e Especialidades:

Antes de tudo é importante frisar que o Linkedin não deve ser encarado como um curriculum, mas uma rede de relacionamentos profissionais que contenham informações relevantes sobre sua profissão.

Em resumo você pode aprofundar um pouco mais sobre o que está em sua headline já falando um pouco mais sobre você suas experiências e habilidades, como neste exemplo a seguir:

 linkedin2 Linkedin: Como tornar seu perfil relevante na rede

Uma breve história sobre você, não deixando de explicar suas vantagens competitivas. Uma boa dica é completar a frase a seguir: “Em razão de [minhas habilidades/minha experiência; meu ponto forte], posso realizar [tipo de trabalho profissional] melhor do que [tipos específicos de outros profissionais de meu setor].” Se não sabe quais suas vantagens competitivas, pergunte a seus colegas e superiores, analise alguém completando esta frase a cima. Se ficar alguma lacuna, ou você tem problemas com auto-estima ou de marketing que precisam ser corrigidos.

E não é algo que seja eterno, mas em constante mudança. Se você acompanhar meu perfil: http://www.linkedin.com/pub/ramos-janones/51/6b/823 perceberá que este resumo muda constantemente pelo menos uma vez por mês.

Os demais campos vão de suas experiências profissionais e conhecimentos específicos de cada um. Mas outro ponto fundamental na criação de seu perfil deve ser observado e criado com muito detalhe: Competências e Especialidades.  Esta seção do Linkedin mais parece uma nuvem de tags que fazem as pessoas encontrarem você na rede, não através de seu nome, mas de competências e especialidades, é o que facilita empresas a encontrarem novos talentos, que auxilia o Linkedin a enviar notificações a você de oportunidades que possam surgir.

Após inserir suas próprias palavras-chaves uma excelente ferramenta que auxilia é o Wordle: www.wordle.net que é um gerador de palavras de acordo com o seu perfil. Uma vez criado todo o seu perfil e especificado o que você acredita serem as palavras chaves mais indicadas, acesse este aplicativo e cole seu perfil e o Wordle irá criar uma nuvem de palavras.

Uma vez criado seu perfil é hora de divulgar, o próprio Linkedin tem uma ferramenta que cria assinaturas de e-mail personalizadas de acordo com seu perfil, em: http://www.linkedin.com/signature?display=

Dicas finais:

1. Jamais inclua informações falsas no perfil: empresas onde não trabalhou, skills que não possui, etc.

2. Inclua fotografia profissional associada ao perfil e evite avatares ou imagens manipuladas.

3. Envie convites com texto personalizado, incluindo as razões para o convite.

4. Sempre agradecer pelos convites.

5. Evite pedir recomendação a alguém que não conhece pessoalmente ou com quem nunca tenha trabalhado.

8. Após receber uma recomendação, é interessante entrar em contato agradecendo e fazer algum comentário positivo.

Em resumo: Tome prudência com a rede.

Top
%d blogueiros gostam disto: