A formação mais procurada no Mundo.

Sucesso Apps – Parte 1 – A história e o mercado de aplicativo móveis

Sucesso-Apps-Parte-1 Sucesso Apps - Parte 1 - A história e o mercado de aplicativo móveis
foto_ramos Sucesso Apps - Parte 1 - A história e o mercado de aplicativo móveis

Ramos de Souza Janones

Janones, é um empreendedor brasileiro apaixonado por empreendedorismo e tecnologia. Ao longo dos anos trabalhando com o desenvolvimento de softwares desktop desde a linguagem Clipper, passando pelo Delphi e atualmente com Java.

Optou pela formação de Publicidade e Marketing por sua segunda empresa de tecnologia ter participado do "boom" da internet nos anos 90 e na procura de melhorar seus conhecimentos em negócios.

Em razão da principal formação e profundos conhecimentos em programação e banco de dados, é capaz de realizar o desenvolvimento de aplicativos web, desktop e mobile com maior criatividade e inovação que profissionais de desenvolvimento com uma formação única e mais especifica, dedicada somente ao desenvolvimento de softwares.

Com toda sua experiência com empresas de software, sua formação e paixão por negócios escreveu o livro "Marketing para Empresas e Profissionais de Software", publicado pela editora carioca Ciência Moderna em 2012. Além de outros livros sobre programação.
foto_ramos Sucesso Apps - Parte 1 - A história e o mercado de aplicativo móveis

Últimos posts por Ramos de Souza Janones (exibir todos)

Antes de mais nada uma introdução desta série de artigos

Um dos artigos mais lidos do site é o Manual definitivo para desenvolver aplicativos móveis de sucesso” (que de definitivo não tem nada). Eu costumava atualizar ele com frequência e acabei abandonado suas atualizações. Resolvi atualizar novamente, mas desta vez por partes e com o tema “Sucesso Apps”.

Será uma série mesmo, onde além de atualizar o que foi escrito no artigo em questão, quero fazer entrevistas na forma de Podcasts ou mesmo vídeos no Youtube, resumos de livros, links interessantes e muito mais. Será um processo lento, mas tenham calma.

Esta primeira parte, conta a história dos Smartfones. Uma análise do mercado com um todo. Não há muita novidade. Mas no final, sempre terá links de leitura extra. Qualquer sugestão será muito bem vinda, basta entrar em contato

Boa leitura e vamos atualizando aos poucos. 

O mercado de Aplicativos

Se você não tem nenhuma experiência com os sistemas operacionais, seja Android, iOS, Windows Phone ou qualquer outros sistema operacional, vamos tentar apontar o caminho correto. Todo mundo começa sem nenhuma experiência de um ponto ao outro, ainda mais neste novo mercado de software.

336x280 Sucesso Apps - Parte 1 - A história e o mercado de aplicativo móveis

É difícil acreditar como em apenas 15 anos este mercado de aplicativos móveis evoluiu de forma tão grande. Há dez anos, se você falasse em aplicativos deste tipo, as pessoas não entenderiam o que você estaria projetando, por isso, é necessário começar este curso com a história dos Smartfones.

A Revolução Smartphone

Se você pensar sobre todas as coisas que faz hoje normalmente, como ler e-mails enquanto está no transito, navega pela internet enquanto espera na fila do banco, ou jogar, as redes sociais onde você se mantém conectado constantemente em seu aparelho, se comunicando – você provavelmente acredita: o Smartphone faz parte de sua vida. É difícil imaginar a vida antes dos smartphones. As tecnologias fazem parte de nossas vidas e os aparelhos de celulares, assim como os computadores, estão em constante mutação. 

Historicamente falando, o computador é relativamente uma invenção nova. A indústria de computadores, agora um gigante em todos os tipos de negócios, tem menos de um século de idade. Em geral, o computador foi criado durante a segunda grande guerra mundial para rodar grandes cálculos matemáticos. A descoberta dos transistores em 1947 e do circuito integrado em 1969 ajudou  a criar computadores a realizarem grandes progressos entre os anos 50 e 60.

Com isso a IBM se tornou o computador mainframe padrão no mundo todo. O Z3 era uma máquina enorme que ocupava quase um prédio inteiro. O poder de processamento destes gigantes mainframes e, para termos uma idéia, este poder de processamento da época do bit lascado são muito inferiores â capacidade de processamento que temos hoje em nossos smartphones. O homem foi à lua com tecnologias muito inferiores ao que carregamos hoje nos nossos bolsos.

Z3_Deutsches_Museum-e1509527512646-1024x437-350x149 Sucesso Apps - Parte 1 - A história e o mercado de aplicativo móveis

O computador Z3 foi a primeira máquina de computação totalmente automática e programável do mundo, criado em 1941 pelo alemão Konrad Zuse.

Em pouco tempo a tecnologia dos circuitos integrados foram evoluindo e os computadores ficando cada vez menores, virando computadores de mesa, passando a serem móveis transformados em Laptops. Os fios foram desaparecendo com novas tecnologias como Bluetooth e wi-fi. Em paralelo surgiam os celulares. Estes em seu inicio pareciam grandes tijolos e somente ricos podiam ter acesso a estes aparelhos. Para se ter uma idéia, alguns chegavam a pesar quase dois quilos. E esse peso atrapalhou muito no inicio a popularização destes aparelhos, mas eram muito “popular” no final dos anos 80 e inicio dos anos 90, mas no inicio destes aparelhos eram somente em carros devido a esse incomodo de carregar aparelhos tão grandes e pesados. 

Assim como os computadores, que foram ficando cada vez menores mais leves, fáceis de carregar e com designers que agradavam, foram se popularizando e ficando cada vez mais baratos, com possibilidades de falar e mandar mensagens de textos. E foram se tornando cada vez mais inteligentes, utilizando de tecnologias de circuitos integrados de computadores.

A primeira empresa a criar um Smartphone, e chamá-lo assim, foi a Erickson, logo em seguida veio a Nokia com um smartphone com processador Intel 386, um marco para a época.

Isso me faz lembrar um fato engraçado: Apenas voltando um pouco a desktop, lembro-me de uma capa na revista da Info que era: “486, a Ferrari dos computadores” (UAU!), nunca mais cometeram esse erro.

Para os entusiastas de tecnologia quando a Nokia lançou um Smartphone com processador Intel 386 foi o inicio de um sonho, popularizado tempos depois por Steven Jobs, da Apple, que surgiu com um aparelhinho de um único botão e tela sensível ao toque, com interface gráfica incrível! E assim, enfim, começaram a guerra dos smartphones e sua popularização.

Hoje, 70% dos smartphones no mundo são Android e cerca de 25% são iPhone. No Brasil são 85% Android e 12% iOS. Estima-se que haja mais de três bilhões de smartphones no mundo. E um mercado ainda em expansão. Essas tecnologias móveis dão espaço a um novo mercado: o de aplicativos móveis. E é este mercado que vamos explorar durante esta série de artigos.

Se quiser avançar nesta história e já conhecer as novas tendências para aplicativos móveis, leia: App marketing: virando o jogo com ajuda de machine learning

.


O inicio dos Sistemas Operacionais para dispositivos mobile

Muitas pessoas declaram o iPhone com sendo o primeiro Smartphone. Mas como mencionado anteriormente, isso não é verdade. E ainda pensam que foi o primeiro a lançar um sistema operacional para smartphones, o iOS. E que o Android é apenas uma mera imitação.

Talvez essa seja a grande vantagem em ser o primeiro em uma corrida de mercado: a idéia de ser, ou parecer ser, o primeiro.

No entanto, o sistema operacional Android foi iniciado o seu desenvolvimento muito antes do anuncio em público do iPhone em 2007.

Andy Rubin, conhecido como um dos fundadores do Android (posteriormente adquirido pelo Google) havia trabalhado com o design de smartphones desde Janeiro de 2000. A empresa que ele fundou antes do Android era chamada de Danger Inc, que havia lançado o Hiptop (também conhecido como T-mobile Sidekick) em Outubro de 2002, anos antes de a Apple lançar seu primeiro Smartphone.

Andy Rubin, junto com Rich Miner, Nick Sears e Chris White, criaram em 2003, a Android Inc.  

A empresa ficou sem dinheiro, mas já havia desenvolvido um sistema operacional baseado em Linux, de código aberto, antes de ser comprado pelo Google em 2005. O qual foi trabalhado como este sistema operacional em segredo por dois anos.

Foi quando o Google criou uma aliança com diversas empresas, chamada Open Handset Alliance (OHA), com a intenção de criar padrões abertos para telefonia móvel. Entre as empresas participantes estão gigantes como: Google, HTC, Dell, Intell, Motorola, Qualcomm, Texas Instrumments, Samsung, LG, T-Mobile, Nvidia e diversos outros players do mercado mobile.

O Android e o iOS são atualmente os maiores players do mercado mundial de sistemas operacionais para celulares. Como já mencionado, hoje o Android domina mais de 70% do mercado mundial, a Apple em segundo lugar com pouco mais de 25%, a Microsoft tem apenas uma fração pequena do mercado com o Windows Phone. Há rumores, já mencionados por grandes revistas e sites especializados, como a Wired e a Tecmundo, que Woz – cofundador da Apple ao lado de Steve Jobs – deseja fazer parceria com a Google para lançar iPhones com o sistema Android. Será? Teremos que esperar!

Tem mais o que contar sobre a história desta evolução, dicas de links e livros? Comente ai. 

Se quiser avançar nesta história e já conhecer as novas tendências para aplicativos móveis, leia: App marketing: virando o jogo com ajuda de machine learning

Compartilhe.

PinIt