E-Zine Exclusivo para o Whastapp

Tipos de hackathons e porque você deve participar.

102161147-Hackathon_18.530x298 Tipos de hackathons e porque você deve participar.
foto_ramos Tipos de hackathons e porque você deve participar.

Ramos de Souza Janones

Janones, é um empreendedor brasileiro apaixonado por empreendedorismo e tecnologia. Ao longo dos anos trabalhando com o desenvolvimento de softwares desktop desde a linguagem Clipper, passando pelo Delphi e atualmente com Java.

Optou pela formação de Publicidade e Marketing por sua segunda empresa de tecnologia ter participado do "boom" da internet nos anos 90 e na procura de melhorar seus conhecimentos em negócios.

Em razão da principal formação e profundos conhecimentos em programação e banco de dados, é capaz de realizar o desenvolvimento de aplicativos web, desktop e mobile com maior criatividade e inovação que profissionais de desenvolvimento com uma formação única e mais especifica, dedicada somente ao desenvolvimento de softwares.

Com toda sua experiência com empresas de software, sua formação e paixão por negócios escreveu o livro "Marketing para Empresas e Profissionais de Software", publicado pela editora carioca Ciência Moderna em 2012. Além de outros livros sobre programação.
foto_ramos Tipos de hackathons e porque você deve participar.

O termo ‘hackathon’ é uma mistura constituída pelas palavras inglesas “hack” (programar de forma excepcional) e “marathon” (maratona). Embora o termo foi usado pela primeira vez em 1999, as origens dos encontros focados em criar algo novo no lugar que está hospedando remonta à década de 1970 de grupos de programação.

Hackathon de forma muito ampla é uma solução criativa de problemas. (Ele necessariamente não precisa ser sobre a tecnologia.).

No hackathon os participantes geralmente formar grupos de cerca de 2 a 5 indivíduos, e mergulhar em problemas durante aproximadamente 24-48 horas durante o qual as equipes precisam para construir um protótipo para um produto, geralmente um web , aplicativo móvel, e soluções tecnológicas inovadoras.

Tipos de hackathons.

Os objetivos e temas de hackathons variam imensamente. Alguns hackathons tem alvos em diferentes grupos, desde estudantes a funcionários de empresas. Hackathons estão se espalhando em largura e profundidade nos dias de hoje. Vamos apresentar alguns tipos gerais de organização hackathon.

Nicho.

Muitos hackathons são organizados como uma plataforma para o desenvolvimento de tipos específicos de aplicativos, como aplicativos móveis, variações do sistema operacional, bem como web e vídeo games. Estes encontros são geralmente orientados para o nicho. Por exemplo, Music Hack Day incide sobre a evolução de software e hardware, em colaboração com os entusiastas da música, enquanto Ciência. Esses tipos de hackathons são extremamente populares em todo o mundo e atraem grandes quantidades de atenção da mídia e patrocinadores.

Linguagem e/ ou Framework.

Alguns hackathons são organizados para o desenvolvimento de aplicações em uma linguagem de programação especificada ou estrutura, tais como JavaScript ou HTML5, enquanto outros variam de acordo com o uso particular de API. Aplicativo interface de programação (API) é um componente de software que consiste de ferramentas específicas, rotinas e protocolos para a criação de aplicativos. Por exemplo, hackathons individuais são organizados por Yahoo, Google, de acordo com suas APIs corporativas.

Aplicação única.

Os chamados ‘sprints’ são encontros organizados a fim de melhorar ou atualizar um sistema de linguagem, operacional ou de gestão específica pelo princípio de programação de código aberto e raramente são competitivos. Alguns dos hackathons renomados do tipo são o OpenBSD e MediaWiki.

Corporativo Internos.

Hackathons corporativos internos são reuniões internas de empregados de empresas individuais, tais como Google, Facebook e Microsoft. Elas são organizadas para promover ou desenvolver novos produtos. Um dos resultados mais notáveis de uma maratona hacker interno é botão Curtir do Facebook.

Os Hackathons Corporativos internos permitem que colaboradores de uma companhia se unam em busca de otimizações nos sistemas internos de uma empresa ou na busca por novas funções nos seus produtos. Elas são muito comuns em companhias como Google, Facebook e Microsoft. No caso da rede social americana, por exemplo, podemos destacar o botão de like, que surgiu após uma maratona de programação na empresa.

Recrutamento de novos profissionais.

Buscar talentos no mercado muitas vezes é uma atividade complicada. Nesse contexto, o Hackathon surge como uma maneira de promover o encontro de possíveis novos funcionários para uma empresa de TI. Eles terão as suas habilidades colocadas à prova e, no final de 24 horas, será fácil identificar aqueles que conseguem resolver problemas em situações extremas, trabalhar em equipe e identificar bons métodos de trabalho rapidamente.

Demográficos.

Hackathons demográficos podem ser organizados para um grupo demográfico específico, como adolescentes, estudantes ou mulheres. Muitas universidades de tecnologia (UCLA, Princeton, Yale e muitos outros) organizam hackathons para os membros de sua comunidade, bem como estudantes de outras universidades. Estes são geralmente competitivos, com premiação em forma de patrocínio (de HackTX, PennApps, HackMIT e outros).

Alguns hackathons são orientados para os níveis de conhecimentos técnicos específicos dos programadores, mais conhecidos como CodeDay nos Estados Unidos. O objetivo é avançar o conhecimento de programação iOS e desenvolvimento web através de diversos workshops.

Hackathons Públicos (Melhoramento da Sociedade).

Uma variedade deste evento que tem por objetivo promover atos de altruísmo e melhorar uma sociedade. Estes hackathons lidaram com questões de política, sistemas de transporte, economias locais, educação, desastres e crises, bem como a saúde psicológica (por exemplo, DementiaHack foi focada na melhoria da vida das pessoas que sofrem de demência). Estes hackathons são geralmente públicos e organizados por entidades sem fins lucrativos.

Em Londrina tivemos o Hackathon Mobilidade Urbana (soluções de mobilidade para a cidade) e o hackathon Smart Agro (soluções para o setor agrícola).

No caso destes eventos públicos, todo o IP gerado pertence aos hackers. Que devem após o evento dar sequencia a sua startup e procurar meios de monetizar seu negocio.

Hackathon Privados.

Depois de ter introduzidas noções básicas sobre o que são hackathons e como eles funcionam, gostaríamos de abordar seus princípios na esfera de empreendimentos empresariais. Como um empreendedor, você pode encontrar uma constelação de oportunidades decorrentes da hackathons.

Assim como em qualquer negócio (e mais do que em qualquer um), no universo digital, tempo é dinheiro. Mais do que dinheiro, deixar de inovar pode significar estagnação, ser engolido por uma startup ou simplesmente falta de ambição para enfrentar o atual cenário de crise.

A inovação é uma das formas mais rápidas e sustentáveis de manter uma empresa competitiva. Durante um Hackathon focado na inovação, equipes de desenvolvimento deverão buscar novas abordagens para a solução de problemas do dia a dia, mais flexíveis e que permitam o estabelecimento de novas oportunidade de negócio. Nestes eventos a propriedade intelectual e de propriedade do realizador do evento. os participantes geralmente ganham uma premiação em dinheiro e tem a oportunidade de contratação de sua ideia pela empresa após o evento. Uma grande oportunidade de negocio.

Quando uma pequena empresa teria oportunidade de negocio com uma grande empresa do setor? Com estes hackathons privados isso é possível.

A L’Oréal ,Unilever, Globo, Natura, Ambev já realizaram hackathons privados onde a propriedade intelectual era da empresa organizadora. Recentemente, o Itaú realizou um hackathon de 36 horas para estudantes dentro de um hostel em São Paulo. Além de ser um espaço descontraído, o lugar contava com estrutura para hospedagem dos participantes. Os três times vencedores receberam prêmios de R$ 10.000, R$ 6.000 e R$ 4.000, respectivamente, enquanto toda a propriedade intelectual desenvolvida ficou com o Itaú.

Em Londrina esta lançado o Hackathon Viação Garcia 2016, um evento deste mais estilo corporativo, vale a pena o investimento de tempo do participante, além da premiação de R$9000,00 para os 3 primeiros lugares, o principal benefício para quem assistir é o potencial para conseguir um contrato comercial com a Viação Garcia, que planeja contratar posterior ao evento todas as soluções tecnológicas que forem comercialmente favoráveis a empresa.

Vai ficar fora desta? Podem participar programadores, designers, empreendedores. Não precisa ter equipe formada. Vale a pena se inscrever e ter esta experiência.

Hackathon Viação Garcia 2016
Data: 10,11,12 de Junho de 2016
Local Viação Garcia.
Avenida Celso Garcia Cid, 1100, Londrina, Paraná.
Contato: hackathonviacaogarcia@gmail.com
As vagas são limitadas e as Inscrições podem ser feitas no site:https://www.sympla.com.br/hackathon-viacao-garcia__65058

Top
%d blogueiros gostam disto: