Por dentro do Android Jetpack

Por dentro do Android Jetpack

3 de junho de 2019 0 Por Ramos de Souza Janones
Powered by Rock Convert

Conheça as novas bibliotecas do Android, o Android JetPack que facilitam e muito a vida do desenvolvedor de apps móveis Android, principalmente Kotlin.

Google IO é uma conferência que a Google realiza anualmente com o objectivo de orientar os desenvolvedores a melhorar os seus produtos. É durante essa conferencia que a Google aproveita fazer o anuncio de novos produtos. Na conferência foi apresentado o Android Jetpack.

O que é o Android Jetpack?

O Android Jetpack é nada mais e nada menos que um conjunto de componentes, ferramentas e orientações que nos ajudam a construir aplicações android robustas de forma rápida e simples. O Android Jetpack traz consigo cinco novos componentes:

  1. Navigation
  2. Paging
  3. WorkManager
  4. Android KTX
  5. Slices

1. Navigation

É um framework que ajuda a estruturar a interface do utilizador no aplicativo, com o foco em criar um aplicativo com a arquitectura Single-Activity.

O Navigation facilita na implementação dos requisitos de navegação e permite visualizar o fluxo de navegação do aplicativo. Oferece vários benefícios, como por exemplo:

  • Manipulação das transações de fragments;
  • Fornece um tipo padrão para animações e transações;
  • O Android Studio oferece ferramentas para visualização e alteração do fluxo de navegação do aplicativo.

2. Paging

Várias aplicações carregam dados a partir de uma fonte dados qualquer (ex: base de dados), e muitas vezes essa fonte possui vários itens, mas apenas uma pequena porção deles é carregado de uma só vez.

Leia também:  

Paging é uma biblioteca que nos permite carregar dados gradualmente e adapta-los ao RecyclerView do nosso aplicativo, consumindo menos largura de banda de rede e poucos recursos do sistema do dispositivo.

3. WorkManager

Permite-nos especificar quando que uma determinada tarefa deve ser executada no nosso aplicativo. O WorkManager recebe uma tarefa que pode ser executada no momento ou em uma outra altura, por exemplo: carregar dados do aplicativo ao servidor quando o dispositivo estiver online e conectado a carga.

Possibilita-nos também em criar uma sequencia de tarefas. Ao terminar de executar uma tarefa, o WorkManager começa logo a executar a próxima.

O WorkManager faz o “despacho” das suas tarefas seguindo o seguinte critério:

Curso completo de Games, inclusive Realidade Aumentada.Powered by Rock Convert
  • Para a API 23 (ou superior): Utiliza o JobScheduler
  • Para API 14-22: Utiliza o Firebase JobDispatcher, AlarmManager ou BroadcastReceiver.

4. Android KTX

Android KTX (Kotlin Extensions) é um conjunto de extensões Kotlin para o Android Jetpack. Não foge do objectivo das extensões Kotlin que é garantir um desenvolvimento em Kotlin de forma simples, direta e bonita utilizando vários recursos da linguagem Kotlin (lambda, propriedades, parâmetros nomeados, etc).

Kotlin:

supportFragmentManager
    .beginTransaction()
    .replace(R.id.my_fragment_container, myFragment, FRAGMENT_TAG)
    .commitAllowingStateLoss()

Kotlin + Android KTX:

supportFragmentManager.transaction(allowStateLoss = true) {
            replace(R.id.my_fragment_container, myFragment, FRAGMENT_TAG)
        }

5. Slices

São um conjunto de templates de UI’s que nos permite mostrar conteúdo do nosso aplicativo de forma dinâmica e interativa a partir do Google Search (e brevemente no Google Assistant). Permite ao utilizador executar tarefas rápidas sem precisar que o aplicativo esteja em tela completa (fullscreen). Como o nome sugere, Slices constituem apenas uma porção do nosso aplicativo, portanto, é importante garantir que eles apenas tenham o conteúdo necessário para executar a tarefa desejada e de forma mais simples possível.

Outros recursos do Android Jetpack

O feedback dos desenvolvedores também resultou em várias novas bibliotecas Jetpack prontas para uso – principalmente nos estágios alfa e beta de desenvolvimento – incluindo:

  • CameraX, fornecendo experiências orientadas por câmeras em aplicativos, ao mesmo tempo que libera os desenvolvedores de terem que lidar com o comportamento do dispositivo subjacente.
  • Lifecycle & LiveData KTX, usando Kotlin coroutines para habilitar o LiveData para o suporte de operações assíncronas comuns únicas.
  • Benchmark, dando aos desenvolvedores do Android uma maneira rápida de avaliar o código do aplicativo, seja Kotlin, Java ou nativo.
  • Security, implementação de melhores práticas de segurança.
  • ViewModel with SavedState, que se baseia no ViewModel, que fornece uma maneira fácil de salvar dados da interface do usuário no caso de uma alteração na configuração, mas que não salvou o estado do aplicativo após a morte do processo.
  • ViewPager2, a próxima geração do ViewPager, que facilita o ciclo de vida de cada página.
  • Biometrics, fornecendo um prompt de sistema simples para que os usuários possam inserir credenciais de forma consistente e segura para efetuar login biometricamente.
  • Android for Cars bibliotecas que ajudam a otimizar aplicações em dispositivos em automóveis.

Que aprender estas e outras bibliotecas do Kotlin?

Recomendamos o livro  “Desenvolvedor Kotlin Android

Em todos os capítulos há imagens de como os aplicativos de exemplo devem se parecer, isso para que você não tenha dúvidas em seus testes. Os capítulos estão divididos da seguinte forma: primeiro o estudo completo da biblioteca em foco; depois um projeto de exemplo para facilitar o entendimento dela; e por fim a conclusão.

Diagramas de bloco e de fluxo são utilizados em vários pontos para que os algoritmos sejam entendidos por você até mesmo antes da codificação.

O sucesso com o desenvolvimento de qualquer aplicativo, isso eu duvido muito que alguém consiga lhe garantir, mas a rota para o sucesso de algum deles é seguro afirmar: estudo, prática, perseverança e resiliência. Estudo e prática você certamente terá bastante em 2570 páginas e mais de 15 horas de vídeo aulas.

Além de serem apresentados e discutidos por completo, os projetos também estão presentes em seus próprios repositórios GitHub  para que você possa baixa-los e acompanha-los junto ao livro, porém direto de sua instalação do Android Studio.

O livro foi feito para todos os níveis de desenvolvedores Kotlin Android: iniciantes, intermediários e avançados. Para iniciantes no Android e no Kotlin, há 5 apêndices com conteúdos incluindo: Material Design; Prototipagem; Android Studio; e primeiros passos no Kotlin.

Apesar de 13 dos 14 capítulos serem focados em bibliotecas, há inúmeras outras soluções menores dentro deles, soluções com algoritmos que você poderá rapidamente utilizar em seus projetos Kotlin Android, diminuindo ainda mais o tempo de desenvolvimento.

Mais sobre os bônus e compra do E-Book, aqui.

 

LEIA TAMBÉM:  Mas, afinal, como é gerada a randomização pelo computador?

Artigos relacionados ao Kotlin:

React Native Do Zero Ao Profissional: crie apps para Android e IOSPowered by Rock Convert
Siga os bons!

Ramos de Souza Janones

Janones, é um empreendedor brasileiro apaixonado por empreendedorismo e tecnologia. Ao longo dos anos trabalhando com o desenvolvimento de softwares desktop desde a linguagem Clipper, passando pelo Delphi e atualmente com Java.

Optou pela formação de Publicidade e Marketing por sua segunda empresa de tecnologia ter participado do "boom" da internet nos anos 90 e na procura de melhorar seus conhecimentos em negócios.

Em razão da principal formação e profundos conhecimentos em programação e banco de dados, é capaz de realizar o desenvolvimento de aplicativos web, desktop e mobile com maior criatividade e inovação que profissionais de desenvolvimento com uma formação única e mais especifica, dedicada somente ao desenvolvimento de softwares.

Com toda sua experiência com empresas de software, sua formação e paixão por negócios escreveu o livro "Marketing para Empresas e Profissionais de Software", publicado pela editora carioca Ciência Moderna em 2012. Além de outros livros sobre programação.

Sumário
Por dentro do Android Jetpack
Nome do artigo
Por dentro do Android Jetpack
Descrição
Conheça as novas bibliotecas do Android, o Android JetPack que facilitam e muito a vida do desenvolvedor de apps móveis Android, principalmente Kotlin.
Autor
Nome
Ramos da Informática
Logo



Frontend Do Zero Ao Profissional