Formação Oracle DBA Completa


DevOps: O que é, como implementar, livros e ferramentas

DevOps: O que é, como implementar, livros e ferramentas

24 de abril de 2019 1 Por Ramos de Souza Janones
Powered by Rock Convert

O que é DevOps, como implementar DevOps em sua empresa, leituras e livros recomendados e ferramentas para utilizar em seu time de desenvolvimento.

Tudo muda. tudo inevitavelmente evolui. No ambiente de TI, essa máxima é ainda mais verdadeira, já que o surgimento de novas tecnologias e metodologias transformam processos com muito mais rapidez do que em outras áreas. Isso exige, dos profissionais de Tecnologia da Informação, uma imensa capacidade de adaptação.

Neste artigo:

[cmtoc_table_of_contents]

Foi essa demanda que deu origem ao termo DevOps, que reúne as duas principais atividades de TI: desenvolvimento e operações. 

O que é DevOps, exatamente?

É o termo inglês originado da colisão entre “desenvolvimento” (Development) e “operações” (Operations).

De acordo com este texto do blog The Agile Admin, o conceito surgiu da união de duas tendências de TI: a primeira é a infraestrutura agile, ou metodologia ágil, a qual consiste de uma abordagem agile e enxuta das operações de uma empresa de TI.

VAI GOSTAR: Guia Jurídico Definitivo para Startups

VEJA TAMBÉM: Sucesso na Carreira com o LinkedIn

RECOMENDAMOS: Curso de Desenvolvimento de Games Completo

LEIA: Como Aprender Java e ir além do mercado de trabalho tradicional


A segunda tendência é o entendimento de que a colaboração entre desenvolvimento e operações deve permear todos os ciclos de elaboração de um produto. Isso diz respeito também ao fato de que essas operações se tornaram mais e mais importantes num cenário orientado para serviços.

Em resumo: DevOps sigla para Development and Operations, que seria em português Desenvolvimento de Operações tem como idealização a integração contínua, agilidade, qualidade, estabilidade com escalabilidade e elasticidade; considerando está diretamente relacionado a um melhor feedback entre as áreas de TI. A imagem exemplifica melhor:

Neste sentido, o texto do Agile Admin traz uma esclarecedora definição sobre o conceito. Ela vem de Jez Humble, CTO do instituto DevOps Research:

“o termo DevOps surge para designar uma comunidade multidisciplinar de práticas dedicadas ao estudo da construção, do desenvolvimento e da operação de sistemas resilientes que mudam rapidamente – e em escala”.

TI tradicional X DevOps

Muitos líderes e gestores de TI perguntam-se o que muda com o surgimento de DevOps. Bem, o resumo da ópera é o seguinte: as equipes de operações precisarão aprender a programar. São as práticas de DevOps que permitem a uma empresa acelerar a disponibilidade de apps e serviços no mercado.

De acordo com esta matéria do portal CIO, isso representa um choque com as concepções tradicionais de TI, que não costuma carregar a “mentalidade desenvolvedora”. E, com a supervalorização atual do termo, é perfeitamente razoável que as organizações de TI mais tradicionais sejam céticas ou até mesmo abertamente avessas a ele.

Mas é inegável: os novos tempos exigem que todos estejam trabalhando rumo a um objetivo comum – eis a base do pensamento ágil. E, nesse processo, a confiança gerada pela prática de DevOps é fundamental.

Confiança de que, como gestor, você entende de fato que falhar no início significa aceitar mais falhas – mas confiança também de que, ao final, essas falhas serão reduzidas por meio de mais resiliência. É por isso que aqueles com mentalidade de desenvolvedor podem ajudar muito a aprimorar a TI.

Implementando DevOps na sua empresa

Como dissemos, DevOps implica em combinações de habilidades. Em equipes de operações que saibam programar – não apenas scripts de gurus, mas os fundamentos de programação reais.

Para implementar a prática na sua empresa, é preciso saber que não há um caminho específico – há, sim, aquilo que funciona e que não funciona para a sua estrutura. Iniciativas bem-sucedidas neste campo têm as mais diversas origens: de times de desenvolvedores, de times de operações, top down, bottom up, de dentro das empresas, de consultorias etc.

Assim, não há um “manual de implementação” específico. Mas há algo fundamental, que é você, como líder, aprender tudo o que puder sobre valores, princípios, métodos de práticas de DevOps. E uma forma de conseguir isso, além de com colegas que conhecem o assunto, é realizar cursos online.

Abaixo, selecionamos algumas opções (em inglês):

  • DevOps Foundations – disponível aqui, um conjunto de vídeos (com, ao todo, três horas de duração) criados para orientar iniciantes sobre todo o escopo de DevOps.
  • DevOps Foundations: Infrastructure Automation – disponíveis aqui, vídeos de duas horas sobre conceitos de automação de infraestrutura, com exemplos esclarecedores de aplicação.
  • DevOps Foundations: Continuous Delivery – disponível aqui está tudo o que você precisa saber sobre entrega contínua.

Livros recomendados

Recomendamos alguns livros sobre DevOps e como utilizar e implementar em sua equipe de desenvolvedores.

A principal obra recomenda é:

Manual de Devops. Como Obter Agilidade, Confiabilidade e Segurança em Organizações Tecnológicas 

A convergência de vários movimentos importantes em gestão e tecnologia prepararam o terreno para o movimento DevOps, que resulta da aplicação dos princípios mais confiáveis da manufatura física e da liderança no fluxo de valor de TI. Em Manual de Devops você verá que as organizações que adotam os princípios e práticas Lean melhoram significativamente a produtividade da fábrica, os tempos de execução para o cliente, a qualidade do produto e a satisfação do cliente, permitindo que vençam no mercado. Entenda melhor o potencial da revolução DevOps e como as organizações de alto desempenho ampliam as chances de exceder metas de lucratividade, participação de mercado e produtividade. Para tanto, são apresentados os princípios da Manufatura Enxuta e das Três Maneiras: Fluxo, Feedback e Aprendizado Contínuo, a partir dos quais todos os comportamentos de DevOps observados podem ser derivados. “Quem precisa se envolver? Como proteger, organizar e capacitar as equipes? Como maximizar as chances de sucesso?” São apenas algumas das questões que esta obra se propõe a esclarecer. Saiba como dar início a esta transformação nas empresas, e mais importante, sem causar caos e perturbações no ambiente de produção e nos clientes.

Vamos indicar mais uma leitura interessante:

 

LEIA TAMBÉM:  Apple oferece microsite para design de interface do usuário para iOS7

O projeto fênix

O Projeto Fênix é uma novela envolvente sobre gerenciamento de TI.

Escrever uma história fictícia sobre algo tão comum do dia-a-dia do profissional de TI se mostrou um poderoso e eficaz meio de transmitir as ideias dos autores. Em nenhum momento a leitura é cansativa.

Os personagens e as situações são estereotipados, e isso é claramente a intenção dos autores, que fizeram com a intenção de o leitor se identificar com as pessoas e os eventos. Isso faz da história algo acessível até para quem não é especialista, ou seja, um profissional junior.

Os leitores (imagino que já sejam profissionais da área) se reconhecem nesse mundo. E mesmo aqueles que não trabalham com operações de TI conseguem ter uma certa empatia.

Porém, há uma ressalva. Claramente o livro está para “vender” e não para raciocinar. O racicíonio vem no livro de acompanhamento, o “Manual DevOps” (indicado em primeiro lugar).

A história é digna de roteiro hollywoodiano, com a aquele velho final feliz, faltando apenas Bill Palmer, a personagem principal, percorrer a Sunset Boulevard em seu Cadillac, em pleno pôr do sol, com os créditos finais subindo na tela. Nada contra um roteiro “a lá Hollywood”, porém a história não condiz tanto com a realidade. O Projeto Fênix (que está a anos empacado!) quer que você acredite que, dentro de algumas semanas, a equipe estará cumprindo com o novo processo de mudança, proposto por Bill, fazendo perceber nos gerentes de negócios, que existem soluções simples para problemas complexos!

Leia-o. Aprenda. Apenas não se apaixone por ele.

6 Ferramentas DevOps que recomendamos conhecer

A seguir, veja alguns exemplos de ferramentas que são destaque no âmbito da implantação do DevOps nas empresas, atualmente:

1. Atlas

Essa ferramenta lançada pela HashiCorp traz visibilidade da infraestrutura da empresa, incluindo máquinas virtuais, servidores e contêineres, além de prover configurações de administração e serviços.

Powered by Rock Convert

Desenvolvido com base em projetos de código aberto, como Consul, Packer, Serf, Terraform e Vagrant, ele possibilita a criação de projetos a partir de diversas plataformas de nuvem como Azure, Google Computer Engine e OpenStack.

Além disso, o Atlas dispõe de um painel de controle de desenvolvimento, entrega e gerenciamento das aplicações, ajudando a tornar o andamento do projeto ainda mais ágil e simples.

2. Cerberon

A solução Cerberon está no mercado para que a integração entre desenvolvedores e operadores (DevOps) seja feita de maneira simples, sendo uma ferramenta orquestradora de DevOps.
O Cerberon organiza o ambiente de desenvolvimento e simplifica a entrega dos softwares, trazendo uma maior agilidade no processo de deploy, garantindo maior rastreabilidade e segurança no ambiente produtivo.

3. Chef

O Chef é um framework para infraestruturas e softwares baseados na nuvem que automatiza o processo de desenvolvimento, entrega e administração de infraestruturas mediante códigos simples e repetíveis que são conhecidos por “receitas”.

Além disso, essa ferramenta possui uma grande vantagem, que são seus módulos de configurações plugáveis, chamados de “cookbooks”. Na comunidade voltada para o Chef podem ser encontradas mais de duas mil conveniências como essa.

4. Docker

O Docker é uma ferramenta bastante útil, pois traz portabilidade aos projetos. As aplicações podem estar presentes em diferentes plataformas por serem colocadas em recipientes tecnológicos e rodarem em unidades automaticamente empacotadas.

Na composição desse software temos o Dock Engine, que é responsável pelo empacotamento dos recursos e pela fluidez no tempo de processamento, e também o Docker Hub, uma plataforma em nuvem utilizada para a automação de fluxos de serviço e compartilhamento das aplicações.

5. Puppet Enterprise

Oferecido pela Puppet Labs, esse software possibilita harmonizar data centers por meio da automatização, configuração e gestão de máquinas e sistemas.

Na versão 3.7, passou a contar com uma funcionalidade voltada para apps, a qual lida com a construção de sistemas para automação de tecnologia, além de soluções para o gerenciamento de grande quantidade de softwares que mudam frequentemente.

6. SaltStack

A SaltStack fornece gestão para automação de dados, tecnologias de cloud computing, provisionamento de servidores, além de configuração de sistemas.

Essa é uma ferramenta de infraestrutura e nuvem que automatiza atividades com métodos que simplificam o fluxo de trabalho de desenvolvedores e aplicações.

Você está nas seções:  Programação » Agile

 

Powered by Rock Convert
Siga os bons!

Ramos de Souza Janones

Janones, é um empreendedor brasileiro apaixonado por empreendedorismo e tecnologia. Ao longo dos anos trabalhando com o desenvolvimento de softwares desktop desde a linguagem Clipper, passando pelo Delphi e atualmente com Java.

Optou pela formação de Publicidade e Marketing por sua segunda empresa de tecnologia ter participado do "boom" da internet nos anos 90 e na procura de melhorar seus conhecimentos em negócios.

Em razão da principal formação e profundos conhecimentos em programação e banco de dados, é capaz de realizar o desenvolvimento de aplicativos web, desktop e mobile com maior criatividade e inovação que profissionais de desenvolvimento com uma formação única e mais especifica, dedicada somente ao desenvolvimento de softwares.

Com toda sua experiência com empresas de software, sua formação e paixão por negócios escreveu o livro "Marketing para Empresas e Profissionais de Software", publicado pela editora carioca Ciência Moderna em 2012. Além de outros livros sobre programação.

Últimos posts por Ramos de Souza Janones (exibir todos)

Sumário
DevOps: O que é, como implementar, livros e ferramentas
Nome do artigo
DevOps: O que é, como implementar, livros e ferramentas
Descrição
O que é DevOps, como implementar DevOps em sua empresa, leituras e livros recomendados e ferramentas para utilizar em seu time de desenvolvimento.
Autor
Nome
Ramos da Informática
Logo

Frontend Do Zero Ao Profissional