Formação Oracle DBA Completa


Angular 8: melhorias, renderização com Ivy e suporte a Bazel

Angular 8: melhorias, renderização com Ivy e suporte a Bazel

25 de julho de 2019 0 Por Ramos de Souza Janones
Powered by Rock Convert

As novidades do Angular 8 traz melhorias incrementais, incluindo a funcionalidade de carregamento diferencial, renderização Ivy e sistema de builds Bazel.

A equipe do Angular lançou recentemente a versão 8 do popular framework para criação de aplicações web de página única (SPA). A nova versão inclui muitas correções de bugs. Traz também melhorias incrementais, incluindo a funcionalidade de carregamento diferencial, e prévias do mecanismo de renderização Ivy e do sistema de builds Bazel.

carregamento diferencial é uma atualização importante na maneira como o Angular gera e entrega código, pois pode reduzir o tamanho inicial do pacote em até 20% para navegadores modernos. Para isso, a interface em linha de comando (CLI) do Angular agora gera dois pacotes separados: um pacote moderno voltado a navegadores que suportam o ES6, e um pacote legado para navegadores mais antigos. A decisão de qual pacote usar no navegador é realizada no momento do carregamento: a tag nomodule impede que navegadores modernos executem scripts marcados com a esta tag.

A composição exata do pacote moderno é determinada pela configuração Browserlist. Já os navegadores antigos recebem um conjunto maior e mais completo de polyfills. Vale destacar que o carregamento diferencial não é uma tecnologia específica do Angular já que existe em alguns outros frameworks, como o Dojo.

Curso completo de Games, inclusive Realidade Aumentada.Powered by Rock Convert

O Angular 8 também inclui várias melhorias para no CLI voltadas à usabilidade.

API Builder (também conhecida como API Architect) permite que desenvolvedores adicionem operações personalizadas a processos de construção do CLI, como implantação, testes na nuvem e linting (verificação de erros e boas práticas). A API Workspace fornece uma maneira de interagir com o arquivo angular.json, usado pelo Schematics, permitindo que desenvolvedores criem fluxos de trabalho personalizados para o CLI. O CLI do Angular 8 também simplifica a criação e o agrupamento de Web Workers.

Agilidade no desenvolvimento

O Angular 8 traz ainda alterações menores, que agilizam o desenvolvimento e mantêm o Angular atualizado com tecnologias atuais. Esses aprimoramentos incluem:

  • Atualização para a versão 3.4 do TypeScript, que passa a ser a versão mínima exigida;
  • Atualização da sintaxe para o carregamento sob demanda (lazy loading) de módulos de roteamento (alinhando-se ao padrão de importações dinâmicas do ES2020);
  • Aprimoração no processamento de URLs ngUpgrade.

Outras duas melhorias significativas ainda não estão prontas para produção e precisam ser ativadas por um flag opcional de preview (opt-in). O Ivy é a próxima geração do mecanismo de pipeline e renderização do Angular. Oferece melhorias significativas e pode ser ativado seguindo o guia de opt-in do Ivy. O Bazel é o mecanismo de builds interno do Google, que teve seu código aberto em 2015 e agora está sendo integrado ao Angular. Oferece várias melhorias, incluindo compilações e testes incrementais, suporte à compilação remota etc. Pode ser ativado seguindo o guia de opt-in do Bazel.

É importante observar que esses novos recursos não devem ser considerados estáveis ​​o suficiente para uso em produção, ao menos por enquanto.

Mais sobre o Angular e sua documentação

O Angular é um software livre disponível sob a licença MIT. Contribuições são bem-vindas através do repositório do Angular do Github. Listas detalhadas das mudanças no Angular 8 estão disponíveis nos links registro de alterações e nos registros de mudanças Angular material e angular-CLI.

VOCÊ ESTÁ NAS SEÇÕES:  Programação » Framework Angular

 

Powered by Rock Convert
Siga os bons!

Ramos de Souza Janones

Janones, é um empreendedor brasileiro apaixonado por empreendedorismo e tecnologia. Ao longo dos anos trabalhando com o desenvolvimento de softwares desktop desde a linguagem Clipper, passando pelo Delphi e atualmente com Java.

Optou pela formação de Publicidade e Marketing por sua segunda empresa de tecnologia ter participado do "boom" da internet nos anos 90 e na procura de melhorar seus conhecimentos em negócios.

Em razão da principal formação e profundos conhecimentos em programação e banco de dados, é capaz de realizar o desenvolvimento de aplicativos web, desktop e mobile com maior criatividade e inovação que profissionais de desenvolvimento com uma formação única e mais especifica, dedicada somente ao desenvolvimento de softwares.

Com toda sua experiência com empresas de software, sua formação e paixão por negócios escreveu o livro "Marketing para Empresas e Profissionais de Software", publicado pela editora carioca Ciência Moderna em 2012. Além de outros livros sobre programação.

Últimos posts por Ramos de Souza Janones (exibir todos)




Frontend Do Zero Ao Profissional