Curso online: Tributação para Programadores

Curso online: Tributação para Programadores

14 de junho de 2020 0 Por Ramos de Souza Janones
Powered by Rock Convert

Apesar de contar com a ajuda de contadores, é fundamental desenvolvedores tenham conhecimento de tributação brasileira para melhores salários e consultoria no desenvolvimento.

Pensando em atender ao público de Desenvolvedores de Software, a TecnoSpeed desenvolveu o curso online de Tributação para Programadores. Podendo o profissional atuar na área de consultoria em desenvolvimento.

Minutas do curso Tributação para Programadores

Módulo 1

  • Noções básicas de direito tributário 
  • Definições, classificações e obrigações tributárias 
  • Competências tributárias nas 3 esferas 
  • Fundamentação dos códigos fiscais
Módulo 2 
  • CFOP 
  • Regime Tributário 
  • CST 
  • CSOSN 
  • NCM 
  • CEST
Módulo 3 
 
  • ICMS (Campos obrigatórios; Composição de base de cálculo; Definição de alíquotas internas e interestaduais)
  • >> CST 00, 10, 20, 30, 40, 41, 50, 51, 60, 70 e 90
  • >> CSOSN 101, 102, 103, 201, 202, 203, 300, 400, 500, 900
  • >> Frete
  • >> Seguro e Outras Despesas
  • >> Desconto Incondicional 
  • Particularidades do Simples Nacional
  • >> Alíquota do ICMS internas e interestaduais
  • >> Tabela de alíquotas nas operações interestaduais
Módulo 4 
 
  • Partilha do ICMS e DIFAL
  • GNRE
  • Fundo de Combate à Pobreza
Módulo 5 
  • Substituição Tributária
  • >> Definição
  • >> Responsabilidade Tributária
  • >> Vantagens
  • >> Incidência da ST
  • >> Base de Cálculo
  • >> Forma de Cálculo
  • >> Exemplo de DANFE
  • >> Convênio ICMS 52 e 62
Módulo 6 
 
  • IPI
  • >> Sobre Industrialização
  • >> Composição da base de cálculo
  • >> Campos obrigatórios
Módulo 7 
 
  • PIS / COFINS
  • >> Fato gerador do PIS e COFINS
  • >> Campos obrigatórios
  • >> Exemplos por alíquota
  • >> Exemplo por quantidade
  • >> Exemplo não tributado
  • >> Exemplo de outras operações
  • >> CSTs mais utilizadas na emissão da NF-e
  • >> Alíquota do Simples Nacional
  • >> Regime (Cumulativo, Não Cumulativo e Monofásico)
Módulo 8 
 
  • NF-e
  • >> Rastreabilidade de produtos
  • >> Regras de validação
  • >> Produtos específicos
Módulo 9 
 
  • CT-e
  • >> Como surgiu / Modais
  • >> Credenciamento para emissão
  • >> Comunicação com a Sefaz 
  • >> Fato gerador do ICMS para CT-e
  • >> Base de cálculo do ICMS para CT-e
  • >> Alíquota do ICMS para CT-e (Intermunicipal e Interestadual)
  • >> CFOPs para CT-e
  • >> Regularização (Cancelamento / Anulação de valores relativos ao CT-e)
  • >> CT-e Complementar
  • >> Exemplo de XML
  • >> Novidades
  • MDF-e
  • >> Definição
  • >> Obirgatoriedade
  • >> Informações importantes para evitar problemas com MDF-e
  • >> Novidades
Módulo 10 
 
  • NFC-e
  • >> Fato gerador
  • >> Identificação do emitente
  • >> Identificação do destinatário
  • >> NCM
  • >> CFOP
  • >> Tributos ICMS
  • >> Relação entre CST e CFOP
  • >> Relação entre CSOSN e CFOP
  • >> PIS / COFINS
  • >> DANFE (Especificações Técncias)
  • >> Informações de totalizadores
  • >> Inovações
  • >> Código de Segurança
  • >> Observações
Módulo 11
 
  • NFS-e
  • >> Fato gerador
  • >> Retenção de impostos (Municipal / Federal)
  • >> Como a retenção é calculada
  • >> Retenção do ISSQN
  • >> Retenção do IRRF
  • >> Retenção de PIS, COFINS e CSLL
  • >> Retenção de INSS 
  • >> Exemplo de NFS-e com retenções
  • >> Conceitos de implantação
  • >> Algumas particularidades
  • >> Principais divergências
  • >> Modelos de impressão
Módulo 12 
 
  • SPED Fiscal – ICMS IPI
  • >> Definição
  • >> Como funiona
  • >> Mudanças
  • Bloco 0
  • Bloco C
  • Bloco D
  • Bloco E
  • Bloco G
  • Bloco H
  • Bloco K
  • Bloco 1
  • Bloco 9
Módulo 13 
  • e-Social
  • >> Conceito
  • >> >> Histórico do projeto
  • >> >> Mudança na cultura organizacional
  • >> >> Cronograma que as empresas devem ter
  • >> >> Cuidados que as empresas devem ter
  • >> Prática
  • >> >> Eventos iniciais e de tabela
  • >> >> Eventos periódicos
  • >> >> Eventos não periódicos
  • >> >> Estrutura dos XMLs
  • >> >> Principais rejeições
Módulo 14 
  • EFD-Reinf
 
BÔNUS 
 
  • Gravações da Semana dos Documentos Fiscais Eletrônicos
  • Aplicando os conhecimentos no seu software (na prática)
  • Exemplos de operações fiscais
  • Minicurso Consumo Indevido NF-e / NFC-e

Faça sua reserva do curso.

Vai se interessar

Além de se tornar um especialista, no curso da TecnoSpeed, conheça componentes de automação comercial e fiscal de códigos abertos, o ACBr.

LEIA TAMBÉM:  Kotlin agora é uma linguagem oficial no Android

Componentes para desenvolvimento de aplicações de automação comercial e fiscal de códigos abertos

acrônimo ACBr significa: Automação Comercial Brasil.

Como vender Software - Seja desktop, web ou MobilePowered by Rock Convert

Em síntese, somos um Projeto de Código Aberto (gratuito), de Componentes e Programas destinados ao desenvolvimento de Aplicações do segmento de Automação Comercial.

Site do Projeto: https://projetoacbr.com.br/

Também pode gostar: Curso de Balança sem Operador – Automatize o Atendimento. Com o uso do ACBR.

blank

Tem sugestões de Projetos parecidos de código aberto?

Então escreva nos comentários a baixo. Vamos formar, neste artigo, uma vasta lista de componentes e bibliotecas para linguagens de programação e automação comercial e fiscal para programadores.

Você está na seção:  » Programação

 

Powered by Rock Convert
Siga os bons!
Últimos posts por Ramos de Souza Janones (exibir todos)
vote
Article Rating
LEIA TAMBÉM:  Elon Musk – O “Homem de Ferro” da vida real