Executando apps em RAD Studio ou Delphi XE7/XE8 no iOS

Executando apps em RAD Studio ou Delphi XE7/XE8 no iOS

24 de setembro de 2015 0 Por Ramos de Souza Janones

Aplicativos gerados pelas versões XE7 e XE8 do Delphi da ferramenta não estão conseguindo abrir nos equipamentos com o iOS 9.0 instalado.

Dia 18 de Setembro de 2015, a Apple liberou oficialmente sua nova versão do iOS para iPhones, iPads e iPod Touchs, a versão 9.0 tão esperada pelos usuários da maçã. Com isso novas API’s foram criadas e consequentemente linguagens de programação tiveram problemas. Com o Delphi não foi diferente, aplicativos gerados pelas versões XE7 e XE8 da ferramenta não estão conseguindo abrir nos equipamentos com o iOS 9.0 instalado. Felizmente o problema é facilmente contornável e é possível continuar compilando para a plataforma.

LEIA TAMBÉM: Os melhores curso sobre Delphi de 2019

Como compatibilizar apps construídas em XE7/XE8 com iOS 9.0?

A solução evidentemente não é definitiva, haja vista que o ideal é recompilar sua aplicação usando a nova versão do Delphi, chamada de Delphi 10 Seattle, nova família de produtos Embarcadero. Para quem ainda precisa manter os aplicativos em XE7/8, eis a dica abaixo.

  1. Passo 1. Abra o Windows Explorer e navegue até a pasta “\Program Files (x86)\Embarcadero\Studio\16.0\source\fmx” (16.0 para XE8 ou 15.0 para XE7) e localize o arquivo FMX.Context.GLES.iOS.pas;
  2. Passo 2. Copie esse arquivo para o diretório de sua aplicação iOS;
  3. Passo 3. Em seguida adicione esse arquivo ao seu projeto usando o menu Project >> Add to Project (Shift + F11);
  4. Passo 4. Abra o arquivo no Delphi e localize o método CreateSharedContext ou vá direto à linha 52 no editor de código.
  5. Passo 5. Você precisará fazer uma pequena alteração. Na linha da atribuição da variável FSharedContext, troque o “Create” por “Alloc” como abaixo:
    ?
    1
    FSharedContext := TEAGLContext.Wrap(TEAGLContext.Create.initWithAPI(kEAGLRenderingAPIOpenGLES2));

    troque por:

    1
    FSharedContext := TEAGLContext.Wrap(TEAGLContext.Alloc.initWithAPI(kEAGLRenderingAPIOpenGLES2));
  6. Passo 5. Salve o arquivo;
  7. Passo 6. O próximo passo é manter o SDK do iOS 8.4 adicionado ao Delphi em Tools > Options > SDK Manager.

Seu aparelho iPhone, iPad e iPod Touch pode continuar com a verão 9.0 do iOS normalmente, o segredo é compilar seu projeto com o iOS 8.4 carregado no Delphi, como mostrado na Figura 1.

Figura 1. iOS SDK 8.4 instalado no Delphi

CURSOS QUE ESTAMOS RECOMENDANDO:

  1. Plano de Assinatura Danki.Code: Diversos cursos completos e atualizados para se tornar um Dev FullStack.
  2. Mercado em Alta de Desenvolvedor Node.JS e React, recomendamos este treinamento.
LEIA TAMBÉM:  36 sites para você encontrar trabalho remoto
Bons estudos.

LIVROS QUE INDICAMOS

- Livros para análistas e cientistas de dados que recomendamos

LEIA TAMBÉM:  Cálculo de um ano bissexto utilizando várias linguagens de programação
 



Confira na imagem a seguir, o aplicativo rodando naturalmente em um iPhone 4S com iOS 9.0 instalado.

 

Por DevRocks.

[col type=”full”]

Livro: Delphi para Android e iOS: Desenvolvendo Aplicativos Móveis

Prefácios de Marco Cantù e Claudio Nasajon 

Inovar, empreender, criar e sonhar! 

Em um mundo cada vez mais conectado, inovar é sinônimo de criatividade e inteligência.

Eletrônicos como celulares e dispositivos “vestíveis” já fazem parte do nosso dia a dia. Pensando nisso, nada melhor que colocar aquela sua ideia em prática: empreender criando aplicativos de sucesso.

Com este livro será possível aprender como desenvolver aplicativos para dispositivos móveis, sejam celulares, tablets, relógios, óculos, etc.

Inclui tópicos sobre Firemonkey, layouts responsivos, sensores, bancos de dados embarcado SQLite, câmera fotográfica, geolocalização (GPS), monetização, notificações e muito mais.

Utilizando o Delphi, seus aplicativos serão desenvolvidos de forma amigável, simples e rápida. Ganhe dinheiro juntando criatividade, inovação e DELPHI!

Comparar preços.

[/col]

votes
Article Rating
LEIA TAMBÉM:  Sucesso Apps – Parte 3 - Além dos Apps