Ajax – Requisições Ajax com Javascript sem uso de APIs

Ajax – Requisições Ajax com Javascript sem uso de APIs

1 de agosto de 2018 0 Por Ramos de Souza Janones

Esta dica tem como objetivo mostrar como realizar Requisições Ajax com Javascript sem uso de APIs.

O site quirksmode.org possui um exemplo completo de requisição Ajax destinada a funcionar na maioria dos browsers (atuais e antigos), sem o uso de bibliotecas externas:

function sendRequest(url,callback,postData) {
    var req = createXMLHTTPObject();
    if (!req) return;
    var method = (postData) ? "POST" : "GET";
    req.open(method,url,true);
    req.setRequestHeader('User-Agent','XMLHTTP/1.0');
    if (postData)
        req.setRequestHeader('Content-type','application/x-www-form-urlencoded');
    req.onreadystatechange = function () {
        if (req.readyState != 4) return;
        if (req.status != 200 && req.status != 304) {
//          alert('HTTP error ' + req.status);
            return;
        }
        callback(req);
    }
    if (req.readyState == 4) return;
    req.send(postData);
}

var XMLHttpFactories = [
    function () {return new XMLHttpRequest()},
    function () {return new ActiveXObject("Msxml2.XMLHTTP")},
    function () {return new ActiveXObject("Msxml3.XMLHTTP")},
    function () {return new ActiveXObject("Microsoft.XMLHTTP")}
];

function createXMLHTTPObject() {
    var xmlhttp = false;
    for (var i=0;i<XMLHttpFactories.length;i++) {
        try {
            xmlhttp = XMLHttpFactories[i]();
        }
        catch (e) {
            continue;
        }
        break;
    }
    return xmlhttp;
}

A parte “padronizada” (i.e. suportada por navegadores recentes, que seguem os padrões estabelecidos) é a que envolve o XMLHttpRequest. As demais, estão aí para dar suporte a navegadores antigos.

Ramos de Souza Janones

Janones, é um empreendedor brasileiro apaixonado por empreendedorismo e tecnologia. Ao longo dos anos trabalhando com o desenvolvimento de softwares desktop desde a linguagem Clipper, passando pelo Delphi e atualmente com Java.

Optou pela formação de Publicidade e Marketing por sua segunda empresa de tecnologia ter participado do "boom" da internet nos anos 90 e na procura de melhorar seus conhecimentos em negócios.

Em razão da principal formação e profundos conhecimentos em programação e banco de dados, é capaz de realizar o desenvolvimento de aplicativos web, desktop e mobile com maior criatividade e inovação que profissionais de desenvolvimento com uma formação única e mais especifica, dedicada somente ao desenvolvimento de softwares.

Com toda sua experiência com empresas de software, sua formação e paixão por negócios escreveu o livro "Marketing para Empresas e Profissionais de Software", publicado pela editora carioca Ciência Moderna em 2012. Além de outros livros sobre programação.
LEIA TAMBÉM:  A web está saturada de bibliotecas JavaScript desatualizadas e vulneráveis