blank

Porque aprender a programar em Python?

Porque aprender a programar em Python?

24 de fevereiro de 2020 1 Por Ramos de Souza Janones
Powered by Rock Convert

Entenda porque você deve aprender Python, seus motivos, e apostilas grátis sobre Python para download e já sair programando na linguagem mais poderosa.

Como vender Software - Seja desktop, web ou MobilePowered by Rock Convert
  1. Livre e de código aberto: Não poderia deixar de mencionar isto como o primeiro item da lista. Python está sob a licença Python Software Foundation License, que é similiar a GPL com excessão de que pode-se distribuir os binários da linguagem sem necessitar anexar os fontes;

  2. Multiplataforma: Por ser uma linguagem interpretada, roda em qualquer sistema que possua o seu interpretador. Além disso há “dialetos” como o já famoso Jython, uma forma de escrever Python em Java;

  3. Alto Nível: é uma linguagem de alto nível, de desenvolvimento rápido (RAD – Rapid Application Development) e que segue técnicas de DRY (Don’t Repeat Yourself) e KISS (Keep It Simple Stupid), é inteligível como o Inglês e sempre evita o implícito;

  4. Orientada a Objetos: A orientação a objetos no Python é explícita e muito divertida. Aliás, tudo para o Python são objetos e pacotes (inclusive tipos “primitivos”), mas nada que impeça que você programe de uma forma estruturada ou funcional. Isto tecnicamente faz do Python uma linguagem multiparadigma;

  5. Tipagem dinâmica forte: Isso quer dizer que você pode atribuir a uma variável qualquer tipo de valor e em qualquer momento do seu código fonte. Porém, não permite que você tente concatenar uma string com um valor inteiro, por exemplo;

    Leia também:  
  6. Sintaxe: A sintaxe do é uma das suas mais fundamentais características. Em Python um bloco de código (por exemplo um if) é feito através de indentações. Isso força o desenvolvedor a indentar seu código fonte e garante uma boa legibilidade. Além de reduzir o uso de caracteres “esotéricos” como ->, ::, :=, {, }, etc.  você é capaz de escrever um for que testa uma determinada sequência e monta uma lista com (acredite) uma linha apenas;

  7. Frameworks: Além de multiplataforma e multiparadigma, com o Python você é capaz de desenvolver para qualquer tipo de ambiente, seja desktop, web ou móvel. Para isso conta com excelentes frameworks que auxiliam desde o desenvolvimento web, até o desenvolvimento de jogos ou algorítmos científicos de cálculos avançados;

  8. Mercado: Contando com usuários ilustres como o Youtube, EVE Online, Firaxis Games e Google, o Python vem ganhando mercado gradativamente e entre os entendidos do assunto já virou uma linguagem bastante cultuada mas pouco aplicada nas empresas brasileiras;

  9. Documentação: Este é outro ponto forte da linguagem. No site da comunidade brasileira você tem uma lista de fontes de estudos que é só um aperitivo do imenso conteúdo que você pode encontrar na Web;

  10. Divertido: Acredite ou não, é extremamente divertido. Posso afirmar com toda a convicção que esta linguagem re-acendeu a minha paixão pelo mundo da programação, infelizmente apagada pelos anos de PHP e pelas aulas de Delphi na faculdade.

Mas além disto…

1 – É legal
Simples, legível, clara, elegante e próxima da linguagem natural. Mesmo quem não tem conhecimento da linguagem, entende bem quando olha o código.
Abaixo um exemplo de manipulação de arquivos texto:

arquivo = open("emails.txt")
dominios = {}

for contato in arquivo:
    resto, dominio = contato.split("@")
    dominio = dominio.replace("\r\n", "")

    if dominio in dominios:
        dominios[dominio] += 1
    else
        dominios[dominio] = 1
arquivo.close()

arquivo = open("dominios.txt", "w")
print "%-30s - %-5s" %("Dominios", "Ocorrencias")
for dominio in dominios.keys()
    print "%-30s - %-5s" %(dominio, dominios[dominio])
    registro = "%s;%s\n" %(dominio, dominios[dominio])
    arquivo.write(registro)
arquivo.close()

.
2 – Já vem com acessórios
Uma analogia com um carro que já vem com opcionais de série. Os recursos que vêm com Python são poderosos: persistência de objetos, banco de dados, geração de arquivos PDFs, geração de gráficos, protocolos de rede, Web, criptografia, etc.
.
3 – É muito utilizado fora do Brasil
Casos de sucesso como Google, Industrial Light and Magic, DreamWorks e Nokia.
.
4 – É utilizado no Brasil com sucesso
Exemplos são Async – Stoq, LZT, Instituto Nokia de Tecnologia e InVesalius.
.
5 – É utilizado na Web fora do Brasil
Por exemplo, Novel e Cia, utilizando Django, um framework de desenvolvimento rápido para Web.
.
6 – É utilizado na Web no Brasil
IDG Brasil, Vencia, República Federativa do Brasil, Politec, SEBRAE, Varig.
.
7 – Há empregos para programadores Python no Brasil
Bons programadores Python não ficam sem emprego.
Meu comentário: bons programadores em qualquer linguagem, mas bons mesmos, não ficam desempregados.
.
8 – Conversa com outras linguagens
Se você possui bibliotecas em C e C++, pode utilizá-las integrando com Python. Há também implementações para Java (Jython) e .NET (IronPython).
.
9 – É multi-plataforma
Linux, Unix, Mac OS, Windows e plataformas diferentes das tradicionais, como celulares, dispositivos móveis e XO/OLPC.
.
10 – É multi-paradigma
Você pode utilizar com Programação Estruturada, Programação Orientada a Objetos e Programação Funcional. Veja os exemplos:

Programação Estruturada

import random

def jogaDados()
    dado1 = random.randrange(1, 7)
    dado2 = random.randrange(1, 7)
    somaTemp = dado1 + dado2
    print "Jogador tirou %d + %d = %d" %(dado1, dado2, somaTemp)
    return somaTemp

soma = jogaDados()
if soma == 7 or soma == 11:
    situacaoJogo = "GANHOU"
elif soma == 2 or soma == 3 or soma == 12:
    situacaoJogo = "PERDEU"
else:
    situacaoJogo = "CONTINUA"
    meuPonto = soma
    print "Ponto: ", meuPonto

while situacaoJogo == "CONTINUA":
    soma = jogaDados()
    if soma == meuPonto: situacaoJogo = "GANHOU"
    elif soma == 7: situacaoJogo = "PERDEU"

if situacaoJogo = "GANHOU": print "Jogador ganha"
else: print "Jogador perde"

.
Programação Orientada a Objetos

class Contador(object):
    def __init__(self):
        self.dic = {}

    def incluir(self, item):
        quantidade = self.dic.get(item, 0) + 1
        self.dic[item] = quantidade

    def contar(self, item):
        return self.dic[item]

>>> cont = Contador()
>>> palavra = 'inconstitucional'
>>> for letra in palavra:
...   cont.incluir(letra)
...
>>> for letra in sorted(set(palavra)):
...   print letra, cont.contar(letra)

.
Programação Funcional

# Fibonacci: 10 primeiros números
print map(lambda x,f=lambda x,f:(x<=1) or (f(x-1,f)+f(x-2,f)): f(x,f),range(10))

.
11 – É boa como primeira linguagem
Se você está aprendendo a programar, pode escolher Python sem receios.
.
12 – Existe uma comunidade forte no Brasil
Python Brasil reune grupos de usuários em todo o Brasil interessados em difundir e divulgar Python. A sua lista de discussões é bastante movimentada.

Apostilas para aprender agora

 

  1. Python e Orientação a Objetos
  2. Introdução à Programação com Python
  3. Python Para Análise de Dados
    Pense em Python

1. Curso Introdutório

Páginas: 87
Baixar PDF: GoogleDrive / Yandex

2. Python para Desenvolvedores

Páginas: 253
Baixar PDF: GoogleDrive / Yandex

 » Programação » Python » 

Powered by Rock Convert
Siga os bons!
Últimos posts por Ramos de Souza Janones (exibir todos)
vote
Article Rating

LEIA TAMBÉM:  Começando a programar em Python - Parte 3